domingo, 18 de junho de 2017

As ofensivas da tropa de choque de Temer



A tropa de choque de Temer


O Planalto intensificou a ofensiva junto a deputados do chamado "Centrão", bloco de partidos como PP, PR, PTB, PRB e PSC. A tropa de choque de Michel Temer distribui as articulações por assuntos, segundo O Globo: – denúncia contra Temer; – votação das reformas; – ataques a Luiz Edson Fachin; – pedidos de fiscalização da JBS e do BNDES, deflagrados depois da delação de Joesley Batista. Encarregado de unir as articulações políticas e econômicas, Beto Mansur (PRB-SP) vai ao Planalto praticamente todos os dias e nos finais de semana mantém contato direto com o presidente. Mansur também foi enviado como interlocutor de Temer a São Paulo para articular com tucanos, como o prefeito João Doria, a permanência do PSDB no governo. "O Michel agora vai ter a oportunidade de se defender. Ele está tomando porrada há semanas, sem nada concreto", disse o vice-líder do governo na Câmara, desempenhando o seu papel.



A tropa de choque de Michel Temer para barrar na Câmara a denúncia contra ele que deverá ser apresentada por Rodrigo Janot conta com a seguinte linha de frente de deputados, segundo O Globo:
– O próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ);
– Beto Mansur (PRB-SP);
– Darcísio Perondi (PMDB-RS);
– e Carlos Marun (PMDB-MS).
Os líderes do governo no Congresso também passaram a atuar mais ativamente.
São eles:
– André Moura (PSC-SE);
– e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers