sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Público masculino: 'Playboy' americana voltará a publicar fotos de mulheres nuas

 fotos de mulheres nuas
Público masculino: 'Playboy' americana voltará a publicar fotos de mulheres nuas


Em outubro de 2015, a publicação anunciou sua histórica decisão de parar a publicação de mulheres nuas em suas páginas.


A revista "Playboy" voltará a publicar fotos de mulheres nuas em suas páginas, depois que seus diretores consideraram um erro a retirada em 2015 destas imagens que foram estampadas na publicação durante décadas. O número correspondente aos meses março e abril da "Playboy" terá como capa a modelo Elizabeth Elam já sem roupa. "Serei o primeiro a admitir que a forma como a revista retratava a nudez estava ultrapassada, mas eliminá-la totalmente foi um erro", disse pelo Twitter Cooper Hefner, diretor criativo da "Playboy" e filho do famoso fundador da revista, Hugh Hefner. "A nudez não era o problema, porque a nudez não é um problema. Hoje nós recuperamos nossa identidade e reivindicamos quem somos", completou o executivo. Com isso, "Playboy" volta para suas origens depois que em outubro de 2015, a publicação anunciou sua histórica decisão de parar a publicação de mulheres nuas em suas páginas. Naquele momento, a direção da revista baseou seu movimento na realidade imposta pela internet, onde abundam os conteúdos sexuais acessíveis de maneira gratuita em todo o mundo. Depois de revelar que "Playboy" voltará às suas origens, a revista promoveu nas redes sociais a hashtag #NakedIsNormal, que em inglês significa "a nudez é normal". Assim, o número correspondente aos meses março e abril da "Playboy" terá como capa a modelo Elizabeth Elam já sem roupa. Além de sua mensagem no Twitter, Cooper Hefner também publicou hoje um texto no site da revista onde refletiu sobre a filosofia da "Playboy". "Ao longo dos anos, a 'Playboy' evoluiu em algo muito maior do que Hugh Hefner podia imaginar, e o (logotipo) do coelho se transformou em uma espécie de teste de Rorschach da atitude das pessoas em relação ao sexo. O se vê neste coelho diz mais sobre você do que qualquer outra coisa", escreveu Cooper Hefner. Na sua opinião, a "Playboy" promoveu, durante sua existência, a "conversa saudável" sobre o sexo enquanto, além de encorajar o diálogo sobre opiniões sociais, religiosas e políticas. Cooper Hefner afirmou, além disso, que "Playboy" lutou pelos direitos civis e a liberdade de expressão, e deu sua opinião sobre a política na atualidade.

Capa da Playboy, que volta a publicar fotos de mulheres nuas a partir de março. (Foto: Reuters)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers