quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

É confiável? Sindicância do TCU diz que Tiago Cedraz não praticou tráfico de influência

  não praticou tráfico de influência
É confiável? Sindicância do TCU diz que Tiago Cedraz não praticou tráfico de influência

Precisamos de sindicância isenta


Uma sindicância feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que não houve tráfico de influência quanto à atuação do escritório de Tiago Cedraz na corte. O advogado baiano é filho do ex-presidente do TCU, Aroldo Cedraz. A sindicância indicou ainda que o escritório não teve acesso privilegiado a dados do órgão. De acordo com a coluna do Estadão, a sindicância foi aberta em setembro de 2015, com prazo de 30 dias, e reinstaurada sete vezes. O caso foi denunciado pelo presidente da UTC e delator da Lava Jato, Ricardo Pessoa. O ministro Walton Alencar, relator da investigação, levou a situação à Corregedoria do TCU e, após o resultado, disse que houve apuração extrema.

Comentário: desde quando, uma sindicância do próprio TCU, pra investigar filho de ministro e ex-presidente do TCU, tem credibilidade? Você acredita nisso, caro leitor?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers