terça-feira, 27 de dezembro de 2016

TSE e as Gráficas: Quinze endereços são alvo de busca em operação que investiga chapa Dilma-Temer

 investiga chapa Dilma-Temer
Foto: José Cruz / Agência Brasil

A operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (27) tendo como alvo as gráficas contratadas pela campanha da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer cumpre ordens judiciais de busca e apreensão em 15 endereços de empresas subcontratadas da Rede Seg, Focal Confecção e Comunicação e VTPB Serviços Gráfico, de acordo com informações do jornal O Globo. Os mandados foram emitidos pelo ministro Herman Benjamin, no âmbito de ação ajuizada pelo PSDB no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "O Ministério Público Eleitoral, após analisar o relatório do departamento de Polícia Federal, concluiu pela existência de fortes traços de fraude e desvio de recursos repassados às empresas contratadas pela chapa presidencial eleita em 2014", aponta o relatório entregue a Benjamin, relator da ação e corregedor-eleitoral do tribunal. Participam da operação agentes, técnicos e peritos da Polícia Federal, da Receita Federal e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), além de integrantes do TSE. As três gráficas tiveram seus sigilos bancários quebrados por determinação do TSE e um primeiro laudo contábil de peritos do tribunal afirma que as empresas não apresentaram documentos que comprovassem a entrega, na totalidade, dos produtos e serviços contratados pela chapa.

Foto: Lula Marques / Agência PT


A Polícia Federal cumpre mandados na manhã desta terça-feira (27) em gráficas contratadas pela campanha eleitoral da ex-presidente Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer, no âmbito de uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ajuizada pelo PSDB para cassação da chapa, que venceu as eleições para a Presidência da República em 2014. Os agentes estão visitando as gráficas após evidências, durante as investigações, de que os serviços contratados não foram prestados. A partir da análise dos documentos concluída neste mês, os peritos encontraram indícios de que os recursos pagos teriam sido “desviados e direcionados ao enriquecimento sem causa de pessoas físicas e jurídicas diversas para benefício próprio”. Na operação desta terça, a PF pretende verificar se as empresas tinham capacidade efetiva para realizar os serviços contratados.

Super Salários, Lula 2018, Aumento na Conta Telefônica e Casagrande ❤ Baby do Brasil #OtarioNews

  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers