terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Reforma do mal! Temer apresenta proposta de reforma da previdência; texto vai ao Congresso nesta terça

 Congresso nesta terça
Foto: Reprodução / NBR

Só o pobre trabalhador é que paga a conta

O presidente Michel Temer apresentou nesta segunda-feira (5) a proposta de reforma da previdência social a líderes da Câmara e do Senado. O Palácio do Planalto deve encaminhar o texto ao Congresso Nacional nesta terça (6). Durante a reunião com os parlamentares, Temer reforçou a necessidade de alterações no projeto e disse que vai se reunir com centrais sindicais ainda nesta segunda para debater as medidas. "Manter sustentável a previdência exige uma reforma, sob pena de colocar em risco aposentadorias, pensões e benefícios dessa geração e das próximas gerações. A Previdência precisa mudar. Se permanecer no patamar atual, a conta não fecha", defendeu. O presidente citou que as despesas com a previdência estão atualmente em torno de 8% do PIB e estima-se quem em 2060 o índice chegue a 18%. Ele ainda citou que a reforma deve estabelecer, a princípio, regras diferentes para trabalhadores de faixas etárias distintas. "Regras de transição são relevantes para diferenciar o impacto da reforma em diferentes grupos", argumentou.


O Palácio do Planalto anunciou nesta segunda-feira (5) que a proposta de reforma da previdência planeja fixar a idade mínima para aposentadoria em 65 anos. A informação foi divulgada pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, em reunião com o presidente Michel Temer e líderes da Câmara e do Senado. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) com a reforma será encaminhada ao Congresso Nacional nesta terça-feira (6). Os representantes do governo federal reforçaram a necessidade de mudança na previdência durante o encontro. "Nós estamos fazendo com que o Brasil caminhe no rumo daquilo que já caminhou a América Latina, e no rumo do que caminhou a Europa. Nós não estamos inovando. O primeiro regime previdenciário brasileiro tinha a idade mínima de 65 anos, que é a idade que está sendo proposta agora", declarou Padilha.

Comentário: É hilário ver o Sr ministro Eliseu Padilha, que tem milhões em patrimônio, sabe-se lá como, junto com Temer (outro que nunca trabalhou em nada, a não ser nas regalias de partidos e cargos públicos), querendo ferrar o povo brasileiro que realmente trabalha! Baseando-se em súmulas contestáveis do IBGE, que querem adivinhar, como estará o Brasil, décadas pra frente! Inventam uma suposta longevidade ou aumento de expectativa de vida, pra ferrar o trabalhador brasileiro. Enquanto político, magistrado e militar, tem todo tipo de regalias, o povo pobre, que ganha mixaria é quem terá que pagar a conta!

Eu já vi várias exposições na Comissão de Direitos Humanos do Senado, mostrando uma realidade bem diferente da Previdência, muito ao contrário do que querem economistas, canais de TV e políticos, que querem mesmo é forçar o trabalhador a migrar pra previdência privada, pra deixar o polo da previdência social, pra regalos de funcionários públicos e marajás da república... Tudo um engodo, queremos saber os números reais e se vão ser cobrados dos megas devedores da previdência, inclusive clubes de futebol e prefeituras!??

Réunan Afastado, Alfafa com Requeijão, Amianto e Bumbum da Madonna #OtarioNews@CanalDoOtario

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers