domingo, 4 de dezembro de 2016

Gostosa! "Japa do Funk": Missaka conta como mantém boa forma sem deixar costumes orientais

 costumes orientais
Gostosa! "Japa do Funk": Missaka conta como mantém boa forma sem deixar costumes orientais

Japa do funk e ex X-Factor é adepta do chá verde, mas não deixa de comer tofu e nori, alga japonesa.


A cantora Missaka, conhecida como a "Japa do Funk", contou como mantém a boa forma sem deixar os costumes orientais de lado. Chá verde, alga nori e tofu não faltam na dieta da japa, que ganhou fama no programa de calouros X-Factor. "Para ficar em forma no meu projeto verão costumo tomar muito banchá gelado, que é um chá verde com limão, sem açúcar ou adoçante. Mas depois do jantar tomo quente. O chá é antioxidante, diurético e inibe a vontade de comer doce. No jantar ou quando bate aquela fominha de tarde adoro um missoshiru. Nesse calor é tomar e suar. Aprendi com uma professora de teatro a deixar sempre em uma garrafa térmica. Também adoro nori, que é a alga marinha seca que enrola o sushi. Além de saciar a fome, ela contém muita proteína, até mais que carne, e muitas vitaminas. Em lojinhas japonesas têm essas algas em formato de salgadinho que chama okazunori. É uma delícia, mata a fome, tem pouca caloria e é muito saudável", detalha a cantora, compositora, atriz, bailarina e instrumentista. "Quando estou com muita fome complemento com tofu, que é o queijo de soja, com um pouquinho de shoyo, gengibre e cebolinha. Hum, é uma delícia! No almoço geralmente evito carboidratos. Uma saladinha com uma carne sempre satisfaz. Ando sem tempo para malhar, então ao invés de ir de carro procuro ir andando. Também subo para meu apartamento pelas escadas do prédio. De resto é cantar e dançar que também perco bastante calorias", finaliza Missaka, que recentemente lançou o clipe da música "Musa". "A letra de 'Musa' foi inspirada no feminismo, no direito da mulher se vestir como quer, agir como quiser e ser respeitada por isso. Não é porque uma mulher abusa num decote que ela tem que ser desrespeitada. Passamos horas nos maquiando, nos vestindo, nos montando e nos torturamos em cima do salto simplesmente porque aprendemos a gostar disso e pelo simples fato de ser mulher".






Missaka (Fotos: Divulgação / MF Assessoria )

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers