sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Crise dos poderes: Associação de oficiais de Justiça diz que Renan foi desrespeitoso ao se negar ser notificado

  desrespeitoso ao se negar ser notificado
Foto: Fábio Pozzebom / Agência Brasil

O desrespeito

O presidente da Associação dos Oficiais de Justiça do Distrito Federal (Aojus), Geraldo Alves Lima Filho, classificou como “total falta de respeito” a atitude do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) de se recusar a ser notificado da determinação de afastamento do cargo expedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello. Lotado no STF, o oficial de Justiça Wessel Teles de Oliveira tentou diversas vezes, sem sucesso, entre segunda (5) e terça-feira (6), intimar o presidente da Casa e outros dois membros da Mesa, Jorge Viana (PT-AC) e Vicentinho Alves (PR-TO). Na noite de segunda, o oficial foi informado por uma assessora de que o peemedebista não estava na residência oficial. De acordo com a Folha de S. Paulo, entretanto, Oliveira atestou tê-lo visto por um vidro da casa. Jornalistas também fizeram registros fotográficos da presença de Renan na residência. Em ofícios encaminhados ao STF, Oliveira relatou ter sofrido "tratamento evasivo" de assessores da presidência do Senado. "Me foi respondido ilogicamente que o senador não estaria na residência", escreveu Oliveira. Para o presidente da Aojus, o episódio é “um precedente negativo não só para a categoria [dos oficiais], mas para o tribunal e a sociedade". "Se o presidente do Senado age com essa total falta de respeito com o oficial, a sociedade vai entender que esse tratamento pode ser repetido", disse Lima Filho.

Reforma da Previdência, Lula na Zelotes, Sarney Surpreso e PewDiePie #OtarioNews@CanalDoOtario

  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers