sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Democracia no Ensino: Escolas elegem seus diretores e vices em Queimadas

Eleição de diretor em Queimadas. Também no Espanta Gado


Um dirigente comprometido com a comunidade, participativo, que forneça meios para que a escola se torne aberta ao dialogo e construída em conjunto com pais, estudantes, professores e funcionários. Esta foi a expectativa de quem participou, nesta sexta-feira (18), nas dezoito unidades de ensino da rede municipal de Queimadas, do processo de escolha por meio da eleição direta, que aconteceu das 09h ás 17h. Para Robson Bezerra, presidente da Comissão Central Eleitoral, “o objetivo da eleição é fortalecer a participação de pais, estudantes, funcionários e professores na gestão escolar e integrar a comunidade com a escola”. Na disputa concorreram aproximadamente 20 chapas. O secretário municipal de Educação, Leonir Floriani, que preferiu não visitar as unidades onde aconteciam as eleições, demostrando assim total isenção na escolha dos novos dirigentes, ressaltou que a eleição é um importante instrumento no processo da autonomia e da democratização da escola.

Comissão Central Eleitoral | Foto: Divulgação


Expectativas 
Para a professora de Geografia Sissy Sobrinho, do Colégio Sônia Silva, “O momento foi muito positivo, porque é uma oportunidade de fazermos nossa escolha”. Para a professora, o diretor tem que ser transparente em suas propostas para que todos conheçam e deem opinião. A estudante Rebeca Maria, 11 anos, também do Colégio Sônia Silva. Ela considera o momento um marco para a história da Educação de Queimadas e de extrema importância para o alunado.“ Queremos um diretor que seja nossa cara “, desabafou. A expectativa da mãe da estudante, Nadja Coelho, é que a relação entre escola e pais se estreite.

Professor e aluno votando | Foto: Divulgação


Sindicalista considera uma vitória 

Para Mario Cesar, da APLB/Sindicato, as eleições diretas é uma conquista dos trabalhadores em educação, com o objetivo de garantir um processo democrático na gestão escolar. “Hoje estamos vivenciando um momento histórico, estamos mais uma vez sepultando a velha pratica da indicação politica, muitas vezes de pessoas alheias á educação para dirigir nossas unidades de ensino”. Ainda na sua avaliação, ressaltou que é importante que os diretores eleitos envolvam a comunidade escolar nas discussões do cotidiano da escola e a sua participação no processo de tomada de decisão.

Servidora pública e pai de aluno votando | Foto: Divulgação


A Coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Queimadas, Renata Pedreira, avaliou positivamente o pleito. “As eleições ocorreram positivamente havendo grande participação de todos os segmentos da escola”. Na oportunidade agradeceu a todos que contribuíram para que esse processo democrático fosse realizado com êxito.

 Posse dos eleitos  
Os diretores e vice-diretores, eleitos em 18 de novembro, tomarão posse no dia 27 de dezembro para o triênio 2017-2019. Redação Notícias de Santaluz – Colaboração: Prof. Sérgio de Mainar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers