sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Crise no governo Temer: Padilha confirma ter conversado com Calero sobre controvérsia com Geddel

  Calero sobre controvérsia com Geddel
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Crise do Geddel

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, confirmou que procurou o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para tratar “da discordância” entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Secretaria de Assuntos Jurídicos da Casa Civil sobre o embargo à construção de um prédio em área nobre tombada como patrimônio histórico de Salvador. O empreendimento em questão é o La Vue, no qual o ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima admitiu ter comprado um imóvel. De acordo com a Agência Brasil, em nota divulgada na noite desta quinta-feira (24), Padilha afirma que foi informado da controvérsia que surgiu quando Geddel procurou Calero defendendo que o Iphan liberasse a construção do edifício. O ex-ministro da Cultura entendeu a ação de Geddel como um ato de pressão política, motivada por interesses pessoais, e pediu demissão. Já o então ministro da Secretaria de Governo afirma não ter cometido qualquer irregularidade e que estava preocupado apenas com a manutenção de empregos e com o estímulo à atividade econômica. A repercussão do caso levou Geddel a deixar o cargo nesta sexta (25). “Fui informado do licenciamento de um edifício pelo Iphan, em discussão no âmbito do Poder Judiciário”, confirma Padilha, ao justificar por que procurou Calero. “Ante as decisões judiciais e a controvérsia entre os órgãos públicos federais, sugeri ao ex-ministro [Calero] que, em caso de dúvida, na forma da Lei, buscasse a solução junto à AGU (Advocacia-Geral da União)”, completou.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers