sábado, 21 de abril de 2018

Disputa na Bahia: João Gualberto acusa governo Rui Costa de “comprar apoios” de prefeitos por até R$ 8 milhões


GRAVES DENÚNCIAS


O deputado federal e pré-candidato ao governo da Bahia, João Gualberto (PSDB) fez declarações polêmicas sobre a debandada de prefeitos do grupo de oposição no Estado, que após desistência da candidatura do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) migraram para o governo Rui Costa. De acordo com o parlamentar, prefeitos contaram que têm recebido ligações ofertando até R$ 8 milhões em obras nos municípios em troca de apoios. Gualberto condenou a ação e chamou de “antidemocrático”. “Não diria debandada. Mas tem prefeito que estão sendo ofertados oito milhões, seis milhões. Alguns prefeitos que tenho convivência me dizem ‘olha, ele me ligou dizendo que vai assinar um convenio de oito milhões’. Vamos ver se vai pagar ou vai fazer como Jaques Wagner que deu um sinal e depois a obra se arrastou por dois anos. Isso é o que acontece geralmente. É uma atitude antidemocrática, mas ele está com a caneta e sai propondo várias emendas e convênios. No tempo do Wagner se falava em 300 mil, 400 mil e hoje só ouço em 8 milhões. A debandada que está ocorrendo é muita gente correndo para assinar convênio”, disse em entrevista ao programa Fato&Opinião, da webtv do BNews, apresentado por Juliana Nobre e Luiz Fernando Lima. O tucano falou ainda sobre a preocupação de deputados em se reelegerem e como a decisão do prefeito Neto causou desconforto na base aliada. Ainda segundo Gualberto, ele já sabia desde janeiro de 2017 que ACM Neto não seria candidato ao governo do Estado. Assista a entrevista completa:


POR: Juliana Nobre/BOCÃONEWS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers