sábado, 1 de julho de 2017

Guerras desnecessárias: A vida secreta no Estado Islâmico revelada por fotos em cartão de memória

Uma das fotos mostra o jovem ao lado de alguém que parece ser sua irmã (Foto: BBC)

Em meio à batalha para recuperar a cidade de Mosul, soldados iraquianos acharam um cartão de memória junto ao corpo de um militante do EI e o deram a um jornalista da BBC.


E m fevereiro deste ano, em meio ao avanço das forças iraquianas para retomar o controle da cidade de Mosul das mãos do grupo que se autodenomina Estado Islâmico, o correspondente da BBC no Iraque, Quentin Sommerville, teve acesso a várias imagens armazenadas em um cartão de memória. As fotografias eram de combatentes do Estado Islâmico (EI) que morreram em confronto com o Exército iraquiano. Assim, teve início uma busca pelas identidades e histórias por trás das imagens. Confira o relato do repórter: "Fevereiro está prestes a chegar ao fim e os soldados do Exército do Iraque vivem a batalha de suas vidas: a reconquista de Mosul, a segunda maior cidade do país, que desde meados de 2014 está nas mãos do grupo extremista autodenominado Estado Islâmico. Nos últimos três meses, eles conquistaram um enorme avanço sobre o sul da cidade. Estamos perto do vilarejo de Al-Buseif. Mais adiante, se continuarmos andando, encontraremos o aeroporto e as primeiras casas do oeste de Mosul. Mas antes, nas margens do rio Tigre, encontramos os corpos de três combatentes do grupo extremista. Um deles chama minha atenção: está enterrado sob uma montanha de escombros do que antes foi um bunker e parece mais um menino do que um homem.

Esta é uma das fotos que estavam no cartão de memória achado no corpo de um militante do Estado Islâmico (Foto: SBAYRAM)


Isso confirma o que temos visto nos últimos meses: quanto mais as forças iraquianas se aproximam de Mosul, mais corpos são encontrados. Os soldados iraquianos primeiro limpam a área para descartar a presença de combatentes próximos. Depois começam a examinar um dos corpos. Em um dos bolsos encontram uma pequena quantidade de dinheiro sírio que não vale muito. Mas do outro lado encontram algo muito valioso: um cartão de memória de um telefone. As fotos armazenadas ali nos permitiram conhecer fragmentos da vida dos combatentes do Estado Islâmico que encontramos mortos à beira do Tigre. Quem era esse jovem combatente e que segredos da organização extremista teria guardado nesse cartão? Radicalização Ao examinar as fotos, o que mais chama a atenção é a evolução desse jovem: de fotos luminosas com membros de sua família até outras mais escuras em que podemos vê-lo acompanhado de outros combatentes. De abraçar uma menina até segurar um rifle Kalashnikov.



Um oficial iraquiano me dirá mais adiante que os jovens das fotos pertencem ao grupo de apoio armado Nínive, uma espécie de comando que opera como suporte das atividades militares principais. Há outra foto em que o jovem aparece como se estivesse dormindo. Mas há uma que desperta minha curiosidade em particular: é uma foto do mesmo homem um pouco mais velho e com o cabelo mais longo. Ele olha diretamente para a câmera, mas o que chama atenção são suas mãos, cobertas por um par de luvas.

Essa é uma das poucas fotos que mostram o combatente armado 


Debaixo da roupa ele veste um colete-bomba. E as luvas escondem o dispositivo com o qual ele pode ativar o explosivo. Ele está disfarçado de maneira que o possível alvo não possa reconhecer a ameaça e sorri agasalhado com uma jaqueta bege. Há muitas outras fotos - junto de seus colegas combatentes e outros soldados mais antigos - que evidenciam o nível da guerra que estão lutando. Mas há muito mais informações que só soubemos quando estávamos a ponto de abandonar a pequena fazenda na qual havíamos nos refugiado naqueles dias. Estratégias de guerra Há dois tipos de momentos na cobertura da batalha por Mosul: os de hipervigilância durante os combates e as poucas horas de descanso. Apesar de ter passado quase duas semanas no mesmo lugar, não me dou conta de algo fundamental por causa do cansaço: ao revisar com atenção algumas das fotos do jovem combatente, percebo que esse quarto foi o lugar em que ele esteve durante algum tempo. Essa fazenda abandonada também foi seu quartel. E o cenário de muitas dessas fotos. Então começo a buscar entre os escombros alguma coisa abandonada, algo que permita que eu me aproxime de sua identidade. No rastreamento por documentos do Estado Islâmico com datas de dezembro de 2016 há ordens precisas sobre a estratégia para rechaçar um iminente ataque do Exército do Iraque.

Nessa foto o jovem das outras imagens não aparece. As autoridades acreditam que ele batia a foto (Foto: BBC)


Depois de um tempo, em meio à ansiedade de irmos para Irbil e entre um monte de lixo coberto de poeira, encontro um caderno com um nome em inglês escrito a mão: "Abu Ali Al Moslaue". Era esse o jovem das fotos do cartão de memória? A caligrafia é cuidadosa e, pelo que leio, o registro de notas é meticuloso. Noto que Abu estava aprendendo a disparar morteiros. Dá para ver que ele é um bom aluno. Nas notas, é possível ver também algumas coordenadas escritas sobre possíveis alvos que ele conseguiu achar via Google Maps. E dá para ver como, com a ajuda de um compasso, ele calculou a possível trajetória curva do projétil disparado a partir do morteiro. O comandante Outro caderno que revela mais informações: em princípio só podemos ler alguns poemas mal escritos, mas, na medida em que avanço pelas páginas, percebo que este é o caderno de anotações do comandante de outro pelotão de combatentes que estava instalado aqui. Seu nome é Abu Hashem e, de acordo com suas anotações, ele comandava oito homens e dois veículos que compunham uma unidade da brigada móvel de defesa aérea do EI. Em suas notas, descobre-se um chefe que exerce sua liderança com rigor. Ele tenta dividir os membros de sua unidade em pequenos grupos de três, o que os obriga a estar juntos na maior parte do tempo.

Este é um dos papeis com o selo de uma mesquita no leste de Mosul


Logo percebo sua dureza. Em uma ordem escrita, ele manda um grupo seguir uma patrulha e sentencia: "Aqueles que desobedecerem serão castigados. Talvez Alá os recompense com alguma benevolência". Temos que deixar o refúgio. Tomo os cadernos e os levo comigo. Devo sair não apenas de Mosul, mas do Iraque. Mas primeiro saio à rua, deparo-me com os corpos desses combatentes duas semanas depois, irreconhecíveis pelas dentadas dos animais e bicadas dos pássaros. Levo essa imagem na cabeça. A testemunha Volto a Mosul dois meses depois, em meados de abril, e começo a perguntar sobre o jovem da foto a seus companheiros. O Exército iraquiano conseguiu avançar sobre o oeste da cidade e agora o combate parece mais a seu favor. Os dias refugiados na precariedade daquela fazenda abandonada parecem ser de outro século. Quando me encontro com um deles, um dos comandantes da brigada das forças especiais do Iraque me conduz até um setor de seu novo refúgio, localizado em um bairro residencial perto da linha de frente do combate. Ali está um militante do Estado Islâmico coberto de sangue, com evidências de ter apanhado fortemente. Mas não sei quem pode tê-lo deixado assim: se foram os soldados iraquianos ou moradores de Mosul como vingança. Os soldados levam o homem ferido e então entra outro jovem, com a aparência de um soldado fora de serviço, a quem vamos chamar de Ibrahim. Ibrahim lutou pelo EI por dois anos. Mas agora é um agente duplo que também dá informação às forças de segurança iraquianas. "Esse não sabe de nada", disse o comandante antes de me deixar falar com ele.

Peguei as fotos que havia guardado na minha última viagem e lhe mostrei para que me ajudasse a identificá-lo. Era difícil. Primeiro porque a maioria dos combatentes se conhecem por nomes de guerra. Em segundo lugar, um fator fundamental a ser levado em consideração: os combatentes das fotos eram muito jovens. "Quando o Estado Islâmico chegou, eles eram garotos. Nós não os reconhecemos como homens", disse Ibrahim. Livros de oração As pistas sobre sua identidade eram vagas. Fui até a fábrica de morteiros que as coordenadas indicavam nos cadernos. Mas os trabalhadores, que agora produzem tanques, não quiseram dar detalhes, com medo de represálias do EI. Mesmo que houvessem saído de Mosul, me disseram, não teriam ido muito longe. Então a última pista estava nos livros de oração que havia encontrado na mesma fazenda e levado comigo. Todos esses livros tinham o selo de uma mesquita localizada no leste de Mosul. Além disso, estavam assinados por um imã que havia escrito dedicatórias aos jovens combatentes. Quando cheguei, fui recebido pelo mulá Fares. Ele me explicou que o imã que assinou os livros de oração havia se juntado ao Estado Islâmico. Ele o estava substituindo. Então lhe mostrei as fotos e finalmente consegui o reconhecimento de cada um dos jovens. Ele me confirmou que eles pertenciam ao Nínive e que eram frequentadores assíduos da mesquita desde pequenos. Então ficou olhando para uma das imagens. "O poder está com a pessoa que tem uma arma, mesmo se for pequena e jovem. Como os jovens que assassinaram homens grandes e fortes dos nossos bairros. Como um imã que estava aqui antes, que foi baleado por meninos", disse Fares. Está claro que o Estado Islâmico tinha bastante apoio em Mosul, mas esse apoio acabou quando o grupo começou a recrutar e armar adolescentes. Pegando os mais jovens e os sacrificando por sua causa. Em Mosul, o EI está perto de ser derrotado. Os corpos desses jovens na beira do rio já não estão mais lá - foram devorados por animais. Não há nem sequer rastros. Mas seu legado de destruição e incerteza permanece: estende-se para além de Mosul e da corrente que movimenta o rio Tigre."
Fonte: G1

Trágico! Jovem modelo filma a própria morte em acidente causado pela amiga, que estava bêbada; veja vídeo


Uma garota de 16 anos morreu após um acidente de carro na Ucrânia. Sofia Magerko, que era modelo, estava no veículo de Dasha Medvedeva, 24 anos, que havia bebido antes de dirigir quando a motorista perdeu o controle e bateu em um poste. No momento, Sofia estava fazendo uma vídeo para as redes sociais e gravou a própria morte. Nas imagens, as duas aparecem dizendo “oi” e como estavam felizes por viver. Entre risos e piadas, de repente, ouve-se o som do carro sendo retorcido e tudo fica escuro. Momentos depois, vários pessoas parecem chegar perto do carro para socorrer as vítimas do acidente. Um deles diz: “Caralho, tem um corpo ali dentro… Tem outro do lado de fora”. O serviço de emergência foi acionado, mas não adiantou. Sofia, que era vencedora de vários concursos de beleza na cidade, morreu na hora. Já Dasha morreu a caminho do hospital. Veja o momento do acidente:





Quixabeira Bahia: Justiça Federal condena ex-prefeito por irregularidades em uso de verba

Quixabeira Bahia: Justiça Federal condena ex-prefeito por irregularidades em uso de verba

O ex-prefeito de Quixabeira, Raulindo Rios, foi condenado a ressarcir o erário em R$ 2,3 mil e pagar multa de R$ 10 mil, por aplicação irregular de recursos federais, repassados através de um convênio com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf) para construção de duas barragens. A decisão é do juiz Rafael Ianner Silva, da Subseção Federal de Campo Formoso, na região do Vale do São Francisco. A ação foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF). O caso aconteceu em 2002. O juiz ainda determinou a suspensão dos direitos políticos do ex-prefeito, além da proibição de contratar com o Poder Público por 5 anos. O MPF, na denúncia, afirmou que o réu aplicou os recursos de forma irregular, como constatado em uma fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU). Para uma das barragens foram repassados R$ 57,5 mil, mas a CGU afirmou que a única barragem no local foi construída entre 1990 a 1992, o que evidenciaria o desvio dos recursos. Testemunhas afirmaram que duas barragens foram construídas na gestão de Raulindo Rios, além de indicarem a existência de uma terceira barragem na região. Mas o juiz considerou que foram provadas as acusações de fraudes nos convites, coincidência de valores entre a proposta da empresa vencedora e o plano de trabalho, reforçando a suspeita de conhecimento antecipado dos valores do repasse por parte do licitante vencedor. Não houve concorrência efetiva e o caráter fraudulento do certame foi reforçado por testemunhas. O sócio da empresa se disse lavrador semialfabetizado e confirmou ser “laranja” do então gestor-público. Ele disse que não sabia o que era uma licitação, e que só recebeu da prefeitura pagamento de suas diárias de pedreiro. O juiz entendeu que não houve dano ao erário e a Codevasf optou pelo arquivamento da ação por não ter comprovado o dano. A Superintendência Regional da empresa atestou que “as obras/serviços foram executadas a contento conforme normas e instrumentos contratuais de acordo com o valor repassado”. Entretanto, Rafael Ianner entendeu que houve protagonismo do ex-prefeito, e que a tese da suposta perseguição política do prefeito posterior e do controlador-Geral da União não foi evidenciada. “Rivalidade política entre o gestor municipal posterior ao mandato do réu não é suficiente para abalizar a tese da perseguição. Além disso, o robusto relatório de fiscalização da equipe da CGU – cujas constatações foram majoritariamente comprovadas no presente feito, afastam qualquer possibilidade de direcionamento dos trabalhos da equipe de auditoria”, disse na sentença.

Estudo mostra que horário de verão não funciona

Foto: Shutterstock

A mudança nos hábitos do consumidor e o avanço da tecnologia tornaram inócuo um dos principais objetivos do polêmico horário de verão. De acordo com estudo do Ministério de Minas e Energia, a adoção da hora adiantada na época mais quente do ano não resulta mais em economia de energia. A despeito disso, a manutenção do horário de verão, de acordo com autoridades do setor elétrico, é considerada uma "questão cultural". "Em termos integralizados (diurno e noturno), o horário de verão não atendeu ao que se propôs - ou seja, não há relação direta com redução de consumo e demanda", diz o estudo, obtido pelo Estadão/Broadcast. A popularização dos aparelhos de ar condicionado é uma das principais razões dessa mudança. No estudo, técnicos do MME apontaram que a temperatura é o que mais influencia os hábitos do consumidor, e não a incidência da luz durante o dia. Como o calor é mais intenso no fim da manhã e início da tarde, os picos de consumo são registrados atualmente nesse período. De acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o horário de ponta ocorre entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h. A economia de energia entre 17h e 20h ainda ocorre atualmente, mas é menor do que o aumento do consumo verificado durante as madrugadas por causa do uso do ar condicionado entre meia-noite e 7h. "Antes, o chuveiro era o vilão do setor elétrico. Hoje, é o ar condicionado", afirmou o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Leite. O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, disse que, para o governo, a aplicação do horário de verão se aproxima da neutralidade. "Mas, para a sociedade, para o trânsito, para a vida das pessoas, a impressão é de que o horário de verão traz mais benefícios", afirmou. O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata, destacou que o horário de verão não serve para reduzir o consumo de energia, mas sim para diminuir a concentração da carga nos horários de pico - hoje, há diminuição de 4% nesse período. "Se não adotássemos mais o horário de verão, isso não seria um problema para o setor elétrico. Mas ele traz ganhos inegáveis para o setor de turismo e para a população", disse. Para Barata, a adoção do horário de verão ultrapassa as decisões do setor elétrico. "Isso é algo além, que entrou na cultura dos países. Na maioria dos países desenvolvidos, existe horário de verão ou inverno, ou até os dois. E nenhum deles faz isso por economia de energia", disse. "Quero crer que isso vale para o nosso País também. O que eu defendo é que essa decisão, de manter ou acabar com o horário de verão, não seja apenas do setor elétrico, mas do governo, do País", acrescentou. por Anne Warth | Estadão Conteúdo

Porto de Santos: Temer foi citado em planilha de propina; Janot pede acesso a inquérito

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Presidente em apuros


O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, quer reabrir uma investigação para apurar supostos pagamentos de propina envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) e a empresa Rodrimar, que atua no Porto de Santos. Segundo a revista Veja, na última terça-feira (27), Janot pediu vista dos autos de um antigo inquérito que apurava a suspeita de que a empresa pagou propina a Temer, ainda deputado na época. A suspeita é de que a Rodrimar tenha sido beneficiada também com o peemedebista na presidência. A publicação aponta que as primeiras pistas sobre a relação entre o presidente e a empresa chegaram à Justiça no início dos anos 2000, a partir de um processo de separação litigiosa entre Marcelo de Azeredo, que presidiu a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), por indicação de Temer, e Erika Santos. Erika entregou planilhas com relatos de um esquema de corrupção no Porto de Santos, na tentativa de conseguir um valor maior na planilha de bens. Os dados apontavam que pelo menos seis contratos renderam dinheiro ilegal a Temer, Azeredo e "um tal de Lima", que poderia ser o coronel João Baptista Lima, segundo suspeitas.

Lava Jato: Eduardo Cunha informa à PGR que decidiu fazer delação

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A defesa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) informou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que o deputado cassado fará delação. A informação foi divulgada pela coluna Radar Online, da Veja, neste sábado (1º). Em reunião, os advogados disseram aos procuradores que iniciarão uma coleta de informações que Cunha tem para repassar. O ex-presidente da Câmara dos Deputados foi preso em outubro de 2016, após ter o mandato cassado pelos pares e perder o foro privilegiado. O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o deputado cassado, em março deste ano, a 15 anos e 4 meses de reclusão.

Protegidos pelo Supremo! Operação Sevandija: Gilmar Mendes determina envio ao STF de citações ao líder do PMDB

Baleia Rossi é acusado de receber R$ 20 mil de empresário | Foto: Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou à 4ª Vara Criminal de Ribeirão Preto (SP) que encaminhe à Corte documentos que apontem citações com qualquer indício de responsabilidade do deputado federal e líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Baleia Rossi, na Operação Sevandija. O pedido, despachado ontem (30) por Mendes, deve ser cumprido em dez dias e atende a uma petição do parlamentar feito na última terça-feira (27). A primeira instância na cidade paulista, base eleitoral de Rossi, conduz o processo da Operação Sevandija, da Polícia Federal (PF), deflagrada em setembro do ano passado, que investigou o desvio de recursos na prefeitura local. Na segunda fase, em dezembro, batizada de Mamãe Noel, a então prefeita Dárcy Vera (PSD) foi presa. No pedido feito ao STF, Rossi anexa documento do promotor Leonardo Romanelli, do Ministério Público do Estado de São Paulo, um dos que comandaram as investigações. Nos papéis que integram o processo, o empresário Marcelo Plastino, um dos investigados na operação, afirma ter feito pagamentos mensais de R$ 20 mil a Rossi e ainda R$ 100 mil para campanhas de políticos apoiados por ele. Plastino era dono da Atmosphera, empresa fornecedora de mão de obra terceirizada e contratada pela prefeitura local para apadrinhar indicados de políticos. Ele cometeu suicídio em novembro do ano passado. Rossi sustenta que por ser deputado federal e, portanto, ter foro privilegiado, não poderia ser investigado pela Justiça local. "Havendo indícios de responsabilidade penal do parlamentar federal nos crimes em apuração naquela investigação, deverá o Juízo remeter os autos a esta Corte", conclui Mendes no despacho de sexta-feira (30). por Gustavo Porto | Estadão Conteúdo

Deuses? Guarda municipal recebe moção de repúdio por multar vereadores infratores no Mato Grosso

Foto: Reprodução / TV Globo

Uma guarda municipal da cidade de Várzea Grande, situada na região metropolitana de Cuiabá (MT), foi alvo de uma moção de repúdio na Câmara Municipal, por aplicar multas a motoristas infratores, dentre eles um vereador. De acordo com informações do G1, o vereador Edilei Roque de Cezaro (PTC), conhecido como Neni Chimarrão, foi autuado pela agente Steffany Anjos da Silva, na última quarta-feira (28), após estacionar embaixo de uma placa de “proibido estacionar”, em cima da calçada e em frente a um acesso a cadeirantes. “Eu estacionei no lugar certo, não estava sobre a calçada, um local que eu acredito que 13, 14 carros estacionados, não acreditava que seria necessário multar todos esses carros”, defendeu-se Neni, que parou o carro ao lado da Câmara, onde há estacionamento destinado aos edis. O assunto particular foi parar no plenário, quando o vereador Pedro Paulo Tolares (DEM) pediu uma menção de repúdio à ação da guarda municipal, e conseguiu a aprovação por 16 votos a favor e cinco abstenções. "Eu pedi em virtude que já é a segunda vez que eu presencio essa atitude dela. Me parece que ela não tem diálogo, ela quer fazer cumprir a lei, os rigores da lei. Eu entendo que em alguns momentos tem de ter diálogo”, diz o autor da medida, conhecido como Pedrinho. Já o coronel Alexander Maia, responsável pela guarda municipal, apoiou a ação de sua subordinada. "A priori nós entendemos que ela estava no estrito cumprimento do dever legal", afirmou. Steffany Anjos da Silva, por sua vez, ratificou sua decisão e rechaçou a atitude dos políticos mato-grossenses. "Eu, como cidadã, que faço essa moção de repúdio aos 16 vereadores da câmara, que fizeram essa moção de repúdio contra a minha pessoa, sendo que eu estava apenas cumprindo o que manda a lei", declarou. A infração por estacionar em local proibido tem como punição multa R$ 195 de e a perda cinco pontos na carteira de habilitação.

Polícia Federal prende ‘barão das drogas’ procurado pela Interpol na América do Sul


A Polícia Federal (PF) prendeu, neste sábado (1º), em Sorriso (MT), Luiz Carlos da Rocha, conhecido como Cabeça Branca e considerado pela corporação um dos “barões das drogas” no Brasil. Um dos narcotraficantes mais procurados pela PF e Interpol na América do Sul há mais de 30 anos, ele já tem condenações proferidas pela Justiça Federal que somam mais de 50 anos de prisão. A captura se deu através da Operação Spectrum, deflagrada pela PF com o objetivo desarticular uma organização criminosa especializada em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, comandada pelo próprio Cabeça Branca, que após realizar diversas cirurgias plásticas faciais, utilizava a identidade falsa de Vitor Luiz de Moraes. Além do chefe da quadrilha, também foi preso Wilson Roncarati, que é considerado pela PF o braço direito de Cabeça Branca. Durante a operação que contou com um efetivo de 150 policiais, foram cumpridos 24 mandados judiciais, sendo duas de prisão preventiva, nove de busca e apreensão em imóveis, 10 de busca e apreensão de veículos e três de conduções coercitivas nas cidades de Londrina (PR), Araraquara (SP), Cotia (SP), Embu das Artes (SP), São Paulo (SP) e Sorriso (MT). As ordens judiciais foram expedidas pela 23ª Vara Federal de Curitiba (PR). Derivado do latim, o nome da operação tem o significado na língua portuguesa de espectro ou fantasma, isso porque, segundo a PF, "o criminoso vivia discretamente e nas sombras, reconhecido no meio policial pela experiência internacional, transcontinental e com larga rede ilegal de relacionamentos".

Só filé! Blogueira gostosa Gabriela Versiani, é a nova conquista de Neymar!


No último domingo, os fãs do casal 'Brumar' vibraram nas redes sociais, o reencontro de Neymar e Bruna Marquezine, três após o término. Na ocasião, os dois se abraçaram e aumentou a esperança de quem torce pela reconciliação do casal. Mas, no mesmo evento, o craque já estava com uma nova conquista. Segundo o colunista Léo Dias, do jornal O Dia, ele deixou o local com a blogueira Gabriela Versiani, que até tentou disfarçar seu lance com o jogador. De acordo com a publicação, ela saiu do evento de boné, óculos escuros e de braços dados com o surfista Gabriel Medina, amigo de Neymar. Ainda de acordo com a coluna, Gabriela é amiga da irmã do craque, Rafaella Santos, e começou a ter contato com ele em abril, através de mensagens, quando ela esteve em Barcelona.























Fotos reprodução da web

SALVADOR: CAPITÃO DA PM QUE FAZ SEGURANÇA DE LEO SANTANA É BALEADO EM MARECHAL RONDON


O capitão da reserva remunerada da Polícia Militar, Adelmo Pereira Cardoso, segurança do cantor Leo Santana, foi baleado no rosto durante assalto no bairro de Marechal Rondon, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (29). De acordo com o Centro Integrado de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública (Cicom), o PM estava saindo de casa quando foi rendido por bandidos que tomaram a arma dele, e depois atiraram na vítima. O PM foi socorrido para o Hospital do Subúrbio. O estado de saúde doele é desconhecido. Até às 7h30, ninguém tinha sido preso. A polícia investiga o caso.

Bandido que atirou em segurança de Léo Santana segue solto; ajude a encontrá-lo



O homem que assaltou e atirou no capitão da reserva da Polícia Militar, Adelmo Cardoso, segue solto pelas ruas da cidade. O capitão fazia a segurança do cantor Leo Santana. Ele foi baleado no queixo, na manhã desta quinta-feira (29), em Marechal Rondon. Cardoso não corre risco de morte. Um retrato falado do bandido foi divulgado! Se você por um caso vê-lo por aí denuncie, faça a sua parte!

Encararam e se deram mal! Três elementos tombaram num confronto com a Polícia Militar


Três homens foram mortos a tiros, nas últimas hora, durante um confronto com a Polícia Militar na localidade do Capagato, na cidade de Maragogipe. Segundo a polícia, homens armados entraram em confronto com as equipes e três criminosos foram baleados. Todos foram socorridos para a Unidade de pronto Atendimento (UPA) no município, mas não resistiram aos ferimentos. Na operação foram apreendidos uma submetralhadora 9mm, um carregador municiado, uma Glock calibre 40, um um revolver calibre 38 além de vasta munição. Todo material apreendido foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil. Foto: reprodução


Insegurança na Bahia: Ponto Novo, aqui reina a insegurança! Em plena luz do dia, homens armados fazem mais um assalto.

Ponto Novo Bahia -  (Romilson Almeida)

Meliantes fazem mais um assalto em plena luz do dia na cidade de Ponto Novo. desta vez foi uma distribuidora de bebidas quarta-feira (28) na Praça da feira livre. De acordo com informações, dois suspeitos armados realizaram o assalto levando a quantia de R$100,00 e um aparelho celular do dono da distribuidora, além de cerca de R$7.000,00 em dinheiro e outro valor em cheques, levados do motorista de uma distribuidora que no momento estava realizando uma entrega no estabelecimento. Esse tipo de ação tem acontecido com bastante frequência, comerciantes e comerciários vivem aterrorizados com a marginalidade e a insegurança na cidade. (Fonte: Itapicuru Fm)

Bahia: Crise, desemprego e bancos agravam a economia de Ponto Novo


E não podemos tirar a culpa do governo da Bahia


A crise financeira em Ponto Novo é visível nas ruas e nos estabelecimentos comerciais da cidade. Em um ponto todos concordam: A paralisação das atividades do projeto de Irrigação é a razão principal. Mais de cem lotes de pequenos irrigantes familiares, deixou sem fonte de renda e sobrevivência, cerca de quatrocentas famílias e provocou o fechamento das atividades da empresa que mais gerava emprego em toda a região e isso se deve ao descaso do governo da Bahia que “exportou” a água da barragem para toda a região e esqueceu o objetivo da barragem que era irrigar quatro mil hectares de terras e abastecer para o consumo humano as cidades de Ponto Novo, Filadélfia e Caldeirão Grande. O governo da Bahia, desde Wagner até o atual Rui Costa por inúmeras vezes prometeu ampliar a barragem; promessa ainda no papel, mas que já provocou o caos na economia de Ponto Novo. Agora para aumentar a crise o sistema financeiro, vem dando mais uma “mãozinha”. Raramente se encontra dinheiro em espécie nas agências bancárias; nas casas lotéricas longas filas de beneficiários dos programas sociais do governo por falta de dinheiro. O principal agente financeiro, o Banco do Brasil, raramente disponibiliza o dinheiro para saques, a obsessão pelo lucro deixa a população sem realizar saques, isto porque o banco alega “questões de segurança”, mas na verdade é apenas para fugir dos custos do transporte de valores de outras agências. Nas madrugadas frias já se observa as pessoas chegando nas lotéricas na esperança de receberem seus benefícios. Um absurdo humilhante, ter que já por volta das quatro horas da madrugada, sair de suas casas. (fonte: Itapicuru Fm)

Comentário: grande parte dessa crise tem haver com a gestão horrível e irresponsável dos recursos hídricos pelo governo da Bahia...

Violência na Bahia: Adolescente mata jovem a tiros em pleno São Pedro de “Retirolândia”


Maurício Cordeiro Nascimento, de 26 anos, morador de Valente, foi morto a tiros durante a festa do ‘São Pedro de Retirolândia’ na madrugada deste sábado (1). O crime ocorreu por volta da 1h, cerca de vinte minutos antes da apresentação do cantor Tayrone, atração principal da primeira noite do evento, que segue até este domingo (2). Baleada por seis tiros de revólver calibre 32, segundo a Polícia Militar, a vítima chegou a ser socorrida e levada ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a PM, após ouvir os disparos em meio à uma aglomeração, uma patrulha que estava próximo ao local conseguiu apreender um adolescente de 17 anos, morador do bairro Açudinho, em Conceição do Coité, que confessou ter praticado o crime a mando de um traficante. Ainda de acordo com a PM, o menor, que é natural Campo Formoso, cidade do norte da Bahia, contou que a vítima teria sido assassinada em razão de uma dívida de drogas. O adolescente foi encaminhado para a delegacia local, onde o caso está sendo investigado. Fonte: Notícias de Santaluz

Família aflita procura por jovem Larissa de 17 anos desaparecida na Bahia

Família aflita procura por jovem Larissa de 17 anos desaparecida na Bahia

Está desaparecida desde a tarde desta quinta-feira (29), a adolescente Larissa Pereira Thomas, de 17 anos. Ela é residente do Bairro Primavera, em Poções, e não retornou para casa até o momento. Nenhum dos amigos dela sabe informar seu paradeiro. É possível que Larissa esteja em uma cidade vizinha. As Polícia Civil e Militar foram já foram comunicadas sobre o sumiço da jovem nesta tarde. Qualquer informação sobre Larissa, você pode entrar em contato com a Polícia Militar, pelo tel: (77) 3431-3832; com o Conselho Tutelar (77) 99989-0168; ou com a família, pelo (77) 98125-7231.

Emma Watson, de Hermione a Sexy Girl! A linda atriz de Harry Potter


Emma Watson é a mais nova vítima de um vazamento de fotos íntimas, já que cerca de 100 fotos de sua intimidade foram vazadas na internet


É, quem é fã ou lembra da famosa franquia Harry Potter deve saber quem foi a pequena Hermione, personagem de Emma Watson nas telinhas. O tempo passa para todos, e para ela os anos que se passam a faz crescer cada dia mais e chamar a atenção dos cuecas de plantão. Confira!


























As fotos tornaram-se virais logo após hackers as divulgarem em uma rede de compartilhamento de conteúdos anônima. A atriz, através de seus advogados, já afirmou que tomará medidas legais contra os indivíduos que divulgaram as suas fotos íntimas na internet e ainda afirmou que não há nenhuma nudez no conteúdo divulgado. Amanda Seyfried também foi vítima de vazamento de fotos esta semana e em uma rede de compartilhamento anônima, ameaçam com novos vazamentos de fotos íntimas de outras celebridades. Veja algumas das fotos íntimas de Emma Watson vazadas de lingerie:

















Fotos reprodução - fonte:fanpeg.club/2017/03/vazam-fotos-intimas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers