sexta-feira, 12 de maio de 2017

Feira de Santana Bahia: Estudante chama homem de traficante e ele dispara cinco tiros; nenhum atingiu


A estudante Adryelle Santos Moreira, 18 anos, esteve na delegacia nesta quinta-feira (11) onde registrou uma queixa contra o vizinho Cleiton Reis. Ela relatou que após uma discussão, na qual o chamou de traficante, ele teria disparado cinco tiros contra ela, porém nenhum a atingiu. De acordo com o sargento Andrade, da Base Comunitária de Segurança da Rua Nova, por volta das 9h a polícia recebeu a informação de que na Rua da Canoa havia ocorrido alguns disparos de arma de fogo. Quando a polícia chegou ao local, encontrou a vítima, que relatou o fato. “Prosseguimos a diligência, chegamos até a residência do acusado, solicitamos a permissão da proprietária para entrar, que nos foi concedida, e nos pertences de Cleiton Reis encontramos duas bananas de dinamite de fabricação caseira”, relatou. Os policiais estão a procura de Cleiton Reis e as bananas de dinamite foram apreendidas. Ao Acorda Cidade, a estudante Adryelle Santos Moreira contou que não se dava bem com Cleiton e que houve uma discussão entre eles. “Eu chamei ele de traficante. Ele veio já atirando e os vizinhos gritaram para eu correr. Eu corri e agora vim registrar uma queixa. Foram mais de cinco tiros deflagrados. Tenho medo. Não sou envolvida em nada e a qualquer momento ele pode mandar ou fazer alguma coisa comigo, não tem como não temer. Agora vou chamar por Deus, pedir sabedoria e orar”, disse. As informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Ex-dono da Gol, Nenê Constantino é condenado por homicídio

Foto: Reprodução / TV Globo

O ex-dono da Gol Linhas Aéreas, Nenê Constantino, foi condenado nesta quinta-feira (11) por homicídio qualificado pelo Tribunal do Júri de Taguatinga, no Distrito Federal (DF). Para os jurados, ele foi o mandante do assassinato do líder comunitário Márcio Brito em 2001. Nenê foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão e multa de R$ 84 mil após 4 dias de julgamento, que somaram 57 horas. Além de Nenê Constantino, foram condenados o ex-vereador de Amaralina (GO) Vanderlei Batista, com sentença de 13 anos de prisão; o proprietário da arma usada no crime, João Alcides Miranda, com 17 anos e seis meses de prisão; e o ex-empregado de Nenê, João Marques, com 15 anos de prisão. Todos eles podem recorrer em liberdade. O quinto réu, Victor Foresti, genro de Nenê Constantino, foi absolvido pelo júri. O suspeito de ter atirado contra o líder comunitário, Manuel Tavares, morreu antes do julgamento. O promotor do Ministério Público responsável pelo caso, Bernardo Urbano Resende, informou ainda pela manhã que Nenê Constantino não deve ser preso devido à idade; "Constantino não vai ficar preso nem um dia, porque já tem 86 anos, está no final de vida. E não porque eu estou falando, mas porque é a lei".

Alexandre Frota pede impeachment de Gilmar Mendes do STF


O ator Alexandre Frota pediu o impeachment do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O processo foi protocolado na tarde desta quinta-feira (11), no Senado. Segundo o Bahia Notícias, Frota se diz um líder com “o apoio irrestrito de milhões de brasileiros”. O pedido, como outros parecidos, nem deve ser apreciado. Nesta semana, o ministro Edson Fachin negou seguimento a um mandado de segurança assinado por juristas, questionando o ato do então presidente do Senado, Renan Calheiros, que recusou a abertura de processo de impeachment contra Gilmar Mendes. Na petição, Frota diz que os ministros que “não possuírem comportamentos compatíveis com os princípios da moralidade e da impessoalidade administrativas tornam-se desonerados e incapacitados dessa árdua e relevante tarefa”.

ALEXANDRE FROTA PEDE O IMPEACHMENT DE GILMAR MENDES. ASSISTA EM HD.   


Desembargador do TRF4 elogia trabalho de Moro: "brasileiro do século 21" | Jornal da Manhã


Gilmar Mendes se envolve em polêmica com Marco Aurélio Mello

  

Pindaí Bahia: Suspeito de peculato e associação para tráfico, delegado titular é preso


Delegado é preso na Bahia suspeito de associação ao tráfico e venda de inquéritos


Suspeito de peculato e associação para o tráfico, o delegado titular de Pindaí, Nilo Ebrahin Ribeiro Bonfim, de 46 anos, foi preso. A Polícia Civil divulgou a informação nesta sexta-feira (12) e outras três pessoas, que não são servidores da Polícia Civil, também foram presas suspeitas de parceria com ele. De acordo com o G1, o delegado começou a ser investigado pela Corregedoria da Corporação (Correpol) após receberem denúncias de participação em crimes como peculato, associação para o tráfico e venda de inquéritos, dentre outros. Os delitos teriam sido cometidos em 2016, enquanto ele era delegado titular de Carinhanha. Ele é delegado desde 2006. O mandado de prisão preventiva de Nilo foi expedido pelo Juízo Criminal de Carinhanha e cumprido por agentes da Correpol.


Ceto/PM da Bahia, descobre refinaria de drogas e prende mulher em Biritinga

Fotos: Ascom 16º BPM

Cristina Moura de Jesus Santana dos Santos, de 18 anos, foi presa por tráfico de drogas no início da manhã desta sexta-feira (12), na cidade de Biritinga. Segundo a Polícia Militar, uma guarnição da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do Décimo Sexto Batalhão chegou a jovem após uma denúncia anônima de que ela estaria utilizando uma casa no bairro Candeias como ponto para refino e venda de drogas. No imóvel, os militares encontraram cerca de 150 gramas de cocaína, seis trouxinhas de maconha, um rolo de fita adesiva marrom para embalar a droga, um aparelho celular, R$ 70 em espécie e vários comprovantes de depósitos bacários. Na casa ainda foram apreendidos cinco tubos de ácido bórico e uma ampola de pomada de cloridato de lindocaína. De acordo com a polícia, os produtos químicos seriam misturados para potencializar o efeito da cocaína. A mulher foi encaminhada juntamente com o material apreendido para a delegacia de Serrinha, onde a ocorrência foi registrada. A PM ainda acrescentou que ela é companheira de um detento que cumpre pena no presídio regional de Feira de Santana. Notícias de Santaluz

Policiais apreenderam drogas e outras substâncias, além de balanças de precisão e comprovantes de depósito | Foto: Notícias de Santaluz

Palocci decide fazer delação e afasta advogado contrário ao acordo

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ex-ministro Antonio Palocci decidiu negociar um acordo de delação premiada com os procuradores da Operação Lava Jato. As informações são da Folha de S. Paulo. Na tarde desta sexta (12), ele avisou ao seu advogado de defesa, o criminalista José Roberto Batochio, que ele terá de se afastar do caso. A negociação do acordo será feita por dois advogados de Curitiba, Adriano Bretas e Tracy Reinaldeti. Réu em dois processos em Curitiba, Palocci teme que suas condenações possam ultrapassar os 30 anos de prisão. A Folha apurou que o afastamento de Batochio foi uma exigência da força-tarefa da Lava Jato porque o criminalista é contrário a esse tipo de acordo. Pesou na decisão de Palocci a operação que a Polícia Federal deflagrou nesta sexta (12), em torno de repasses do BNDES para o grupo JBS, num total de R$ 8,1 bilhões. Palocci é apontado nas investigações como um dos intermediários dos financiamentos que geraram supostas propinas para o PT. Uma das hipóteses investigadas pela PF e pelos procuradores é que o partido ficava com parte dos repasses do BNDES. Outra influência na decisão de Palocci foi a delação da Odebrecht. Documentos apreendidos pela Polícia Federal, depois incluídos no acordo da Odebrecht, apontam que o ex-ministro foi responsável por administrar repasses no valor de R$ 128 milhões entre 2008 e 2013.

Delações de João Santana e Mônica Moura complicam a cúpula do PT   


O estarrecedor depoimento de João Santana: e aí, Lula? | Marco Antonio Villa



Momento Antagonista: Lava Jato leva a Orcrim à nocaute


Lula e Dilma delatados: 'Todos violam a democracia', diz Santana sobre caixa 2 em campanhas eleitorais


m depoimento ao Ministério Público Federal, o marqueteiro João Santana disse que todas as campanhas eleitorais feitas no País usam caixa 2 e "violam a democracia". Os vídeos foram divulgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta sexta-feira (12). "As campanhas no Brasil são fortemente financiadas dessa forma: caixa 2. Não há uma só campanha no Brasil, vamos dizer, 99,9%, e não há um único marqueteiro, eu imagino, que não tenha sido obrigado ou que não recebeu. Não que isso nos isente", disse João Santana em sua delação premiada. O marqueteiro foi responsável pelas campanhas do PT à Presidência da República em 2006, 2010 e 2014. João Santana disse em depoimento que sempre pressionou para que o seu pagamento oficial fosse o mais próximo da realidade. "Não pra dizer que eu ajudei a sanear esse mercado, mas a minha pressão pra ser o pagamento ser o mais próximo da realidade ajudou isso também", disse o marqueteiro. Santana reconheceu que se os marqueteiros não topassem o esquema de caixa 2, as campanhas seriam mais limpas, honestas e democráticas. Questionado se o caixa 2 não torna a competição mais desigual, principalmente quando se trata de uma campanha à reeleição, o marqueteiro respondeu: "torna desigual, mas todos violam a democracia. Pequenos e grandes, cada um da sua maneira. E se associam pra violar. É uma prática generalizada o caixa 2". Nesta sexta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou os vídeos dos depoimentos do acordo de delação premiada de Santana e sua mulher, Mônica Moura, para a Lava Jato. A delação foi homologada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte.

Delação dos Marqueteiros, Lula , Cocotov e Urnas Eletrônicas #OtarioNews   

BOMBA! MÔNICA MOURA ENTREGA GLEISI HOFFMANN EM DELAÇÃO PREMIADA À LAVA JATO  

OÃO SANTANA ENTREGA LULA, PT E QUADRILHA EM DELAÇÃO PREMIADA À LAVA JATO   


A incompetência do governo do PT na Bahia: Após passar dias em estado grave aguardando por uma vaga em hospital do estado, adolescente de Cansanção não resiste e morre


A desumana, maligna e incompetente regulação do governo da Bahia


Após sofrer um grave acidente de moto no último dia 22 de Abril e ser internado em Ribeira do Pombal, o adolescente Cansançãoense Iran Feitosa, 15 anos, morador do povoado Junco da Laje Nova, passou vários dias em estado grave lutando pela vida, porém não conseguiu resistir por mais tempo devido a longa espera na fila de regulação do estado por uma transferência para um hospital de grande porte e morreu no início da tarde desta sexta-feira (12). No dia 28 de Abril o Hospital Geral Santa Tereza de Ribeira do Pombal acionou o sistema de regulação e pediu a transferência de Iran em uma UTI Móvel para um centro médico com serviço de Cirurgia Cardiotorácica atuante, era a única chance que ele tinha de continuar lutando, porém se passaram longos 14 dias e a vaga não foi liberada. É inaceitável se permitir que casos como esse continue acontecendo em toda a Bahia, o estado não tem o direito de escolher quem deve viver, é um absurdo tamanha negligência. Muito querido por todos, a morte tão precoce de Iran causou muita dor e comoção nas redes sociais, centenas de amigos estão expressando seus sentimentos e deixando mensagens de conforto aos familiares.

A jovem Adriana tem convulsões e morre ao assistir pancadaria entre mulheres no interior da Bahia


Uma briga entre duas mulheres resultou em morte de uma jovem nesta quinta-feira (11), em um mercadinho em que a mesma trabalhava na cidade de Gandu, no interior da Bahia. De acordo com informações, as duas mulheres se encontraram no mercadinho e começou a confusão. Identificadas pelo nome de Jussiara e Maria. Esta arremessou um copo de vidro no rosto da Jussiara sofrendo diversos cortes. Assim que a Adriana viu o sangue passou a ter convulsões epiléticas e caiu batendo com a cabeça no chão, vindo a óbito. O corpo foi encaminhado ao IML de Valença e o velório ocorrerá no Templo da Igreja Quadrangular, no Bairro Teotônio Calheira, em frente ao Supermercado Frazão. As informações são do SulBahia1.

Desobediência e crueldade: Menina de 14 anos manda matar o pai na Bahia após ser proibida de namorar com vizinho traficante


Uma adolescente de 14 anos foi apreendida depois de segundo a polícia, ter encomendado a morte do próprio pai, no bairro do engenho velho de brotas, em Salvador. A vítima, Celio Marques, de 42 anos, foi morta a golpes de faca e machado, a jovem morava com o pai e o irmão mais velho. Eles não concordavam com o relacionamento da filha com um vizinho que seria envolvido com o tráfico. De acordo com a polícia, a menina chegou a registrar uma queixa dizendo que o pai e o irmão haviam estuprado ela, mas ao investigar a acusação, a polícia descobriu que teria sido uma invenção da adolescente, para que traficantes da área matassem o pai dela. A mãe da adolescente morreu quando ela tinha 2 anos, desde então passou a ser criada pelo pai. Célio trabalhava como reciclador em uma cooperativa em Simões Filho. Segundo a delegada responsável pelo caso, Claudenice Mayo, a adolescente será encaminhada ao Ministério Público. // R7.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers