terça-feira, 18 de abril de 2017

Insegurança na Bahia: Polícia Militar prende suspeito, mas o pânico continua em Serra Preta


Com mais um dia tenso, o pânico tomou conta da população serrapretense e o cotidiano do município tranquilo e pacato foi completamente modificado. Logo nas primeiras horas de segunda (17) surgiram boatos de que os bandidos foragidos desde o último domingo, após troca de tiros com a Polícia Militar na região do povoado de Pistola, estariam nas proximidades de um riacho no povoado de Lagoa do Batista. A polícia fez rondas na região, mas não encontrou os foragidos. Mobilizada, a população foi para as redes sociais e começou uma força tarefa de apoio a PM, relatando os locais que os foragidos teriam passado, na tentativa de auxiliar a captura, o que foi dificultado devido as matas e montanhas da região que facilitaram a fuga. Durante o dia, tiveram relatos de que eles teriam passado por diversas localidades da zona rural do município. Segundo informações de populares, um deles teria entrado em um mercado no povoado de Cabaceiras para comprar uma sandália e um pacote de biscoitos, mas quando a polícia chegou ao local ele já tinha fugido. Em seguida, dois homens estranhos foram vistos na comunidade de Rua do Nico, onde chegaram a pedir água em uma casa e depois sumiram. Houveram relatos também de que um homem desconhecido estaria na localidade de Queimada Grande, em busca de um transporte que o levasse a cidade de Anguera. Populares afirmam que o homem chegou a oferecer cem reais a um motoqueiro pela viagem, que recusou e correu com medo. Na manhã desta terça-feira (18) um homem suspeitos chegou ao distrito de Bravo procurando um carro para a cidade de Ipirá, a população desconfiou e chamou a polícia. Ele tentou fugir e foi capturado pela PM nas proximidades do mercado de carne. O suspeito ainda não foi identificado, mas já se encontra sob custódia da polícia. Fonte: Serra Preta Notícias

Ponto Novo Bahia: Em entrevista, ex-prefeito Adelson Maia comenta investigação do MPF


MPF investiga possível favorecimento de contratos na gestão do ex-prefeito Adelson Maia


Em entrevista na tarde desta terça-feira (18), o ex-prefeito Adelson Maia comentou as investigações do Ministério Público Federal de possível favorecimento de contratos em sua gestão.O megsmo afirmou estar tranquilo e não ter medo das denuncias ao MPF. “Tenho a consciência tranquila do que fiz com o dinheiro público de Ponto Novo, do qual prestei serviço a minha comunidade, tenho minhas contas todas aprovadas. Então estou muito tranquilo”. Em sua fala, mesmo exaltou o trabalho da ex-secretária de saúde, Fabiane Azevedo e afirmou que as denuncias não vão o intimidar. “O Ministério Público tem que apurar sim e os que tiverem com problema na justiça e os que deverem sejam punidos. Não vão ser essas denuncias que vão me intimidar”. Afirmou. A entrevista vai ao ar na íntegra no programa Itapicuru Notícias da próxima quarta-feira, na Rádio Itapicuru FM.



Entenda: Denúncia chegada ao Ministério Público Federal está apurando denúncia de possível favorecimento na gestão do ex-prefeito Adelson Maia. Segundo a denúncia, havia suposta irregularidade na celebração de contratos com uma farmácia e uma clínica médica supostamente pertencente ao esposo da ex-secretária de saúde. Diante das informações chegadas ao MPF com sede em Campo Formoso, o Procurador, Elton Moreira, já solicitou cópias dos contratos e os processos licitatórios realizados nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2016, bem como o período o qual o cargo de Secretária de Saúde foi ocupado pela ex-secretária Fabianae Azevedo. O MPF concedeu prazo de 30 dias para que o prefeito Tiago Venâncio encaminhe toda a documentação solicitada.

Lista da Odebrecht: Vanessa Grazziotin, mais uma comunista "goela aberta"


Vanessa Grazziotin: flores e 1,5 milhão no caixa 2


Fernando Reis, da Odebrecht Ambiental, detalhou à PGR como foi o repasse para a campanha da comunista Vanessa Grazziotin à Prefeitura de Manaus.
"Recebi uma ligação da candidata para ir a Manaus para conhecer o programa de governo dela."
O encontro, segundo o delator, ocorreu em uma casa que funcionava como comitê de campanha (o delator apresentou o plano de voo dessa viagem).
"Nosso interesse maior era na relação com ela, uma pessoa capaz, moça, de um partido com o qual a Odebrecht, de fato, não tinha nenhuma relação, que é o PCdoB."

Nesse encontro, foi acordada uma "contribuição" de 1,5 milhão de reais no caixa dois, de acordo com sugestão do marido, também investigado.
O delator disse à PGR que lembra de ter oferecido menos, mas acabou sendo pago essa dinheirama. Fernando acrescentou que Vanessa voltou a procurá-lo, mas ele avaliou que 1,5 milhão de reais "já era suficiente".
Assista:

Você sabe quantos recursos seu sindicato movimenta por ano? "O Brasil é campeão mundial de sindicatos"


Sindicalistas cada dia mais ricos


O imposto sindical obrigatório tem de acabar. Rogério Marinho, relator da reforma trabalhista, diz que "o Brasil é campeão mundial de sindicatos". Ele está certíssimo. Veja os números:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers