quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Cheia de cuvas! Denise Dias mostra novo visual em ensaio sexy para o Carnaval

 ensaio sexy para o Carnaval
Cheia de cuvas! Denise Dias mostra novo visual em ensaio sexy para o Carnaval

Popozuda sexy


Denise Dias está se preparando para o carnaval 2017e já está de novo visual para a folia. Com os cabelos mais loiros, a modelo - que é madrinha da escola de samba Inocentes de Belford Roxo, do grupo A do carnaval do Rio -, posou com uma fantasia cheia de penas e mostrou que está com tudo em cima para o desfile na Avenida. Durante o ensaio sexy, ela falou sobre a mudança no visual: "Resolvi alongar os cabelos e mudar o tom para o carnaval, para dar um tom mais sexy na avenida. Eu amei o resultado e o jeito pariano, com pontas mais claras. Combina comigo, com o nosso clima e também com meu personagem na avenida que, literalmente, vai incendiar". Outro destaque no Carnaval de Denise é o tapa-sexo que a moça vai usar no desfile. "A fantasia será bem pelada, apenas com cristais onde precisar esconder alguma coisa (risos)", declarou.




Denise Dias (Fotos: Vinny Nunes/Divulgação)

Seca na Bahia: Governo aprova R$ 3,4 milhões para construção da adutora pra Santaluz e Queimadas

 adutora pra Santaluz e Queimadas
Seca na Bahia: Governo aprova R$ 3,4 milhões para construção da adutora pra Santaluz e Queimadas

Ufa! O governo acordou?


O Ministério da Integração Nacional aprovou um investimento de R$ 3,4 milhões para construção de adutora de Queimadas/ Santa Luz. Com isso, o Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), beneficiará mais de 50 mil pessoas que dependem desse sistema, implantado na década de 80, tendo como manancial o Rio Itapicuru, cuja baixa disponibilidade hídrica representa risco iminente de colapso. A expectativa da Sihs é de que a intervenção, de responsabilidade da Embasa, empresa vinculada, esteja concluída dentro de 45 dias. Conforme faz questão de frisar o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, o caráter emergencial se dá por conta dos períodos prolongados de estiagem na Bacia Itapicuru, que são recorrentes e afetam diretamente a capacidade de produção do sistema. “Principalmente por causa do volume reservado da Barragem Leste, insuficiente para manter o abastecimento por um período superior a 30 dias se não houver continuidade de vazão na montante, o que pode ocasionar forte restrição de oferta ou até mesmo suspensão total do fornecimento de água”, frisou, ressaltando que técnicos da Embasa acompanham a situação de perto há meses. O Sistema Integrado do Sistema de Abastecimento de Queimadas / Santa Luz atende às sedes dos dois municípios, além dos distritos de: Rio do Peixe de Queimadas, Coxos, Olga Benário, Povoado Cajueirinho, Campo de Avião, Gregório, Cancelas, Fazenda de Cima II e Petrolândia, Rio do Peixe de Santa Luz, Claras, Rua da Palha, Campo de Aviação, Cajueiro, Duzinho, Caldeirãozinho, Boa vista, Falcão, Junco I, Junco II, Povoado do Rose, Vargem Funda, Caruaru, Povoado de Quixaba, Tanque do Simão, Açude da Tapera, Mucambinho e Morro do Lopes. Ao todo são cerca de 14 mil ligações, que correspondem ao atendimento a cerca de 57 mil pessoas. Notícias de Santaluz

Comentário: Até que enfim o governo, parece ter acordado, após mais de uma década do PT no poder, com o governo virando as costas pra nossa região, agora, parecem ter dado conta da gravidade... Mas, se não fizerem logo e cair uma chuva, eles logo esquecem de novo e o problema continuará...

Lingerie e muita sensualidade marcam as fotos da modelo Bella Hadid para a Love Magazine.


Não sabemos lidar com este ensaio sensual de Bella Hadid


A modelo Bella Hadid segue provando que é uma musa de primeira categoria. E o indício mais recente disso é o ensaio que ella fez para a revista britânica LOVE Magazine. Abusando na lingerie, a gata de 20 anos foi clicada pelo fotógrafo Carin Backoff. Transparências e sensualidade marcam o ensaio. Bella foi premiada como Modelo do Ano por várias entidades e meios de comunicação diferentes - incluindo a GQ Britânica - em 2016.



Bella Hadid na Love Magazine (Fotos: Reprodução)

Mulher sensual! Como um vinho: Monica Bellucci (ainda) mais sexy na GQ Itália


Musa italiana posa pela primeira vez para as lentes de Terry Richardson


Aos 52 anos, Monica Bellucci chegou a um patamar que pode ser facilmente colocada entre as mulheres mais bonitas da história da humanidade e ponto. Simples assim. Mas ela parece querer mais. Em novo ensaio de capa para a GQ Itália, a atriz mostra que ainda pode nos impressionar muito - e por mais anos do que poderiam imaginar anos atrás. Como um vinho, Monica parece se favorecer da maturidade e ficar mais bonita a cada ano que passa. A maturidade é visível em seu rosto e seu corpo, de maneira completamente positiva, enaltecida pelas lentes do lendário Terry Richardson. A parceria é inédita - o que só torna o ensaio abaixo mais especial e imperdível. O prazer é todo nosso.




Monica Bellucci em fotos de Terry Richardson

Rainha dos nudes: A gostosa Joanna Krupa agora seduz na banheira

  gostosa Joanna Krupa agora seduz na banheira
Joanna Krupa em foto no Instagram (Fotos: reprodução/Instagram)

Modelo polaca volta a quebrar a internet com foto sexy


Joanna Krupa fez de novo! Na noite dessa quarta-feira (8), a modelo polaca de 37 anos voltou a aparecer inteiramente sem roupa em sua conta no Instagram. Dessa vez, na banheira. "Alguma bolha? Depois de um dia longo, nada melhor (do que uma banheira). A vida é muito curta para se preocupar", escreveu a musa na publicação. Você merece um pouco de descanso, Joanna!




Sexo no jogo: Jogador de 'Counter-Strike' é banido por mil anos após trocar mensagens sexuais com garota de 15 anos

 mensagens sexuais com garota de 15 anos
'Counter-Strike: Global Offensive' é um dos games online mais populares do momento (Foto: Divulgação)

Reece Bloom, ou 'Bloominator', disse coisas como 'Não sei se sou retardado ou apenas não ligo em ser pedófilo' em conversas registradas na internet.


Um jogador profissional de "Counter-Strike: Global Offensive", um dos games online mais populares do momento, foi banido do jogo por 1 mil anos depois de trocar mensagens de teor sexual com uma garota de 15 anos. O banimento foi executado pela ESEA, um serviço terceirizado de campeonatos de "CS: GO", e vale por 365 mil dias – ele só poderá "voltar a jogar" em 6 de junho de 3016. Reece Bloom, mais conhecido dentro do jogo como "Bloominator", tem 25 anos e é membro da equipe Armor Esports. As conversas entre ele e a jovem foram registradas em imagens na internet, onde Bloom diz coisas como "Existe algo em ser capaz de influenciar mentes jovens", "Alguns diriam que é estupro, mas nós dois sabemos que você quer" e "Não sei se sou retardado ou apenas não ligo em ser pedófilo". O jogador de "CS: GO" também enviou fotos de seu pênis. Em um post já deletado do Twitter, Bloom pediu desculpas pelo ocorrido. "Obviamente, fui incrivelmente estúpido por fazer o que fiz. Gostaria de me desculpar acima de tudo com a Armor Esports por arruinar uma ótima situação que eles tinham com o time de 'CS: GO'. (...) Espero que as pessoas possam me perdoar, mas eu entendo se não o fizerem". Em nota enviada ao site Kotaku, a ESEA afirma que Reece Bloom foi banido "por conta de suas interações com um membro da comunidade", e que "esse tipo de atitude não será aceita".

Impunidade sem fim! STF suspende pedido de prisão do prefeito eleito de Embu das Artes

O prefeito eleito de Embu das Artes, Ney Santos, teve prisão decretada pela Justiça do município da Grande SP (Foto: TV Globo/Reprodução)

Ney Santos foi diplomado por procuração, mas continuou foragido. Com a decisão do Supremo, ele pode assumir o cargo imediatamente.


O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o pedido de prisão do prefeito eleito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB). Ele estava foragido desde dezembro do ano passado. A liminar do ministro Marco Aurélio Melo, do STF, também suspendeu a prisão de outras 12 pessoas. Ney Santos é acusado de lavagem de dinheiro e associação para o tráfico de drogas.

A Justiça de Embu das Artes decretou a prisão preventiva dele no dia 9 de dezembro do ano passado. A polícia e os promotores que combatem o crime organizado fizeram buscas na casa dele e de parentes, mas o prefeito eleito não foi encontrado. Ney Santos foi diplomado por procuração, mas continuou foragido. Com a decisão do STF, o prefeito eleito pode assumir o cargo imediatamente. O avogado de Ney Santos informou que o prefeito eleito deve assumir o cargo até sexta-feira (10).

Sexo e prostituição de menores: Alemã que prostituía filha menor pela internet é condenada à prisão

  condenada à prisão
Os réus Nicole G. (esquerda) e Clemens F. (direita) escondem seus rostos nesta quarta-feira (8) na corte regional em Hildesheim, na Alemanha (Foto: JULIAN STRATENSCHULTE / DPA / AFP)

Ex-companheiro também é condenado por ter abusado da adolescente e de uma das suas irmãs.


Uma alemã foi condenada nesta quarta-feira (8) por um tribunal alemão a quatro anos de prisão por ter prostituído, por meio da internet, uma das suas filhas quando ela tinha 16 anos, informou um porta-voz judicial. Nicole G., auxiliar de enfermagem de 37 anos de idade, foi condenada pelo tribunal de Hildesheim (norte do país) por proxenetismo e abuso sexual grave de uma menor. Seu ex-companheiro, Clemens F., eletricista de 40 anos, também julgado pelo mesmo tribunal por ter abusado da adolescente e de uma das suas irmãs, então com 11 anos de idade, foi condenado a quatro anos e dez meses de prisão. Segundo a acusação, a própria mãe encorajava o parceiro a abusar da sua filha mais nova. Entre 2012 e 2013, Nicole G. publicou anúncios em diferentes sites nos quais propunha os serviços sexuais de sua filha, que apresentava como maior de idade. Ainda segundo a acusação, a mãe marcava os encontros sexuais da jovem com os clientes, negociava e recebia o dinheiro. Havia ameaçado a filha de expulsá-la de casa se ela se recusasse a ter relações sexuais com os homens que pagavam por seus serviços. Durante o processo, Nicole G. reconheceu sua culpa, mas Clemens F. negou qualquer envolvimento, mencionando um complô fomentado pela mãe e uma de suas filhas.

Sexo e morte: Jovem de 14 anos mata o pai com tiro de espingarda após ser estuprada

  mata o pai com tiro de espingarda após ser estuprada
Adolescente relatou à polícia que matou o pai em legítima defesa após ser abusada desde os 12 anos (Foto: Divulgação/PM-AC)

Laudo confirmou a conjunção carnal; abusos duraram 2 anos, diz PM. Menor recebe acompanhamento psicológico, segundo Conselho Tutelar.


Uma adolescente de 14 anos matou o pai de 34 anos com um tiro de espingarda alegando que por dois anos foi abusada sexualmente, segundo a Polícia Militar (PM-AC). A morte teria ocorrido na noite de terça-feira (7), mas, somente nesta nesta quarta (8), a polícia se deslocou para atender a ocorrência no Ramal da Cachoeira, na zona rural de Tarauacá, distante 400 km da capital Rio Branco. A Polícia Civil informou que a adolescente passou por um exame de conjunção carnal, onde o laudo médico comprovou o estupro. Conforme o órgão, a menor agiu em legítima defesa e não deve ficar apreendida. O inquérito do caso deve ser encaminhado para a Justiça. Ao chegar no local, a PM encontrou a adolescente com a mãe. A menor confessou o crime e afirmou que era abusada desde os 12 anos. Ela relatou à polícia que estava cansada de sofrer ameaças do pai ao lado dos irmãos e da mãe. Na noite do crime, os pais da adolescente estariam bebendo e, por volta de 23h, a mãe da menor teria ido dormir, momento em que o pai pegou uma faca, foi até o local onde a jovem estava e a obrigou a manter relações sexuais com ele. O pai teria dito ainda que se a menor não cedesse ele mataria todos da família. A adolescente relatou à polícia que resistiu. A mãe disse que acordou para ir ao banheiro e viu o pai violentando a filha. Nesse momento, o homem teria dito que iria matar todos para que não houvessem testemunhas do abuso. Os pais iniciaram uma luta corporal, a menor pegou uma espingarda e efetuou o disparo contra o pai. O corpo do homem chegou a ser transportado por vizinhos até a zona urbana, mas ele não resistiu. Ao G1, José Carlos Bezerra, presidente do Conselho Tutelar de Tarauacá, informou que a menina ainda estava prestando depoimento na delegacia, mas que já haviam tomado conhecimento do caso e aguardavam o encaminhamento dela para que tomassem as medida necessárias. "Ela vai precisar de acompanhamento psicológico e também vamos ver para onde deve ser encaminhada e como vamos dar assistência à ela", explicou.

Mudanças na educação: Entenda a reforma do ensino médio

Reforma prevê que estados ampliem oferta do ensino em tempo integral (Foto: Divulgação)

Mudança foi editada em medida provisória. Depois de 567 emendas enviadas, Congresso aprovou novas regras mantendo todos os eixos do texto original.


A reforma do ensino médio foi aprovada nesta quarta-feira (8) pelo Senado. O texto, que segue para sanção do presidente Michel Temer, foi inicialmente colocado em vigor como Medida Provisória (MP). O texto final manteve todos os eixos do texto original. Abaixo, veja os principais pontos: 

O que é a reforma? É um conjunto de novas diretrizes para o ensino médio implementadas via Medida Provisória apresentadas pelo governo federal em 22 de setembro de 2016. Por se tratar de uma medida provisória, o texto teve força de lei desde a publicação no "Diário Oficial". Para não perder a validade, precisava ser aprovado em até 120 dias (4 meses) pelo Congresso Nacional. 

Quem elaborou a MP? A MP foi elaborada pelo Ministério da Educação e defendida pelo ministro Mendonça Filho, que assumiu a pasta, após a posse de Michel Temer, em 1º de setembro de 2016. Antes da MP, estava em tramitação na Câmara o Projeto de Lei nº 6840/2013, do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG). Entidades como o Movimento Nacional pelo Ensino Médio defendiam a continuidade da tramitação e das discussões sobre o PL. Governo e congressistas dizem que o conteúdo da MP considera discussões da Comissão Especial que resultou no PL. 

O que ficou definido na reforma? A reforma flexibiliza o conteúdo que será ensinado aos alunos, muda a distribuição do conteúdo das 13 disciplinas tradicionais ao longo dos três anos do ciclo, dá novo peso ao ensino técnico e incentiva a ampliação de escolas de tempo integral. 

Áreas de concentração 

O currículo do ensino médio será definido pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), atualmente em elaboração. Mas a nova lei já determina como a carga horária do ensino médio será dividida. Tudo o que será lecionado vai estar dentro de uma das seguintes áreas, que são chamadas de "itinerários formativos": linguagens e suas tecnologias matemática e suas tecnologias ciências da natureza e suas tecnologias ciências humanas e sociais aplicadas formação técnica e profissional. 

As escolas, pela reforma, não são obrigadas a oferecer aos alunos todas as cinco áreas, mas deverão oferecer ao menos um dos itinerários formativos. Carga horária - O texto determina que 60% da carga horária seja ocupada obrigatoriamente por conteúdos comuns da BNCC, enquanto os demais 40% serão optativos, conforme a oferta da escola e interesse do aluno, mas também seguindo o que for determinado pela Base Nacional. No conteúdo optativo, o aluno poderá, caso haja a oferta, se concentrar em uma das cinco áreas mencionadas acima. 

Inglês 
A língua inglesa passará a ser a disciplina obrigatória no ensino de língua estrangeira, a partir do sexto ano do ensino fundamental. Isso quer dizer que Congresso manteve a proposta do governo federal. Antes da reforma, as escolas podiam escolher se a língua estrangeira ensinada aos alunos seria o inglês ou o espanhol. Agora, se a escola só oferece uma língua estrangeira, essa língua deve ser obrigatoriamente o inglês. Se ela oferece mais de uma língua estrangeira, a segunda língua, preferencialmente, deve ser o espanhol, mas isso não é obrigatório. 

Mais escolas em tempo integral 

Outro objetivo da reforma é incentivar o aumento da carga horária para cumprir a meta 6 do Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê que, até 2024, 50% das escolas e 25% das matrículas na educação básica (incluindo os ensinos infantil, fundamental e médio) estejam no ensino de tempo integral. No ensino médio, a carga deve agora ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800 horas por ano, de acordo com o MEC. No texto final, os senadores incluíram uma meta intermediária: no prazo máximo de 5 anos, todas as escolas de ensino médio do Brasil devem ter carga horária anual de pelo menos mil horas. Não há previsão de sanções para gestores que não cumprirem a meta. 

Tempo integral: programa de fomento 

O MEC não apontou como será cumprida a carga horária, mas instituiu o Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral para apoiar a criação de 257,4 mil novas vagas no ensino médio integral. Inicialmente previa uma ajuda de 4 anos. No texto final, os senadores sugerem que ele se estenda para 10 anos. Atualmente, só 5,6% das matrículas do ensino médio são em tempo integral no Brasil. Segundo associações, a adoção do turno integral elevaria mensalidades nas escolas particulares. Não há estimativa de quanto os estados gastariam com a ampliação dos turnos para integral, mas o governo federal afirmou que, por meio desse programa de fomento, apenas cobriria parte dos gastos. 

Como ficaram os pontos polêmicos da MP? Desde que foi apresentada pelo governo, em setembro, a reforma se tornou alvo de protestos pelo país. Estudantes chegaram a ocupar escolas para se manifestar contra a MP. O protesto levou ao adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em vários locais do Brasil, especialmente em Minas Gerais e no Paraná. 

Disciplinas obrigatórias 

A principal polêmica diz respeito às disciplinas obrigatórias do ensino médio. Antes da MP, no Brasil, não existia uma lei que especificava todas as disciplinas que deveriam obrigatoriamente ser ensinadas na escola – esse documento será a Base Nacional Curricular Comum (BNCC), que ainda não saiu do papel. Até então, a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) só citava explicitamente, em trechos diversos, as disciplinas de português, matemática, artes, educação física, filosofia e sociologia como obrigatórias nos três anos do ensino médio. Na versão original enviada pelo governo, a MP mudou isso, e retirou do texto as disciplinas de artes, educação física, filosofia e sociologia. Ela determinava que somente matemática e português seriam disciplinas obrigatórios ao longo dos três anos, e tornava obrigatório o ensino de inglês como língua estrangeira. Mas, além disso, os demais conteúdos para a etapa obrigatória seriam definidos pela Base Nacional, ainda em debate. Durante a tramitação no Congresso, porém, os parlamentares revisaram parcialmente a retirada da citação direta à educação física, arte, sociologia e filosofia como disciplinas obrigatórias. Uma emenda definiu que as matérias devem ter "estudos e práticas" incluídos como obrigatórios na BNCC. 

Notório saber 

Outro alvo de críticas foi a permissão para que professores sem diploma específico ministrem aulas. O texto aprovado no Congresso manteve a autorização para que profissionais com "notório saber", reconhecidos pelo sistema de ensino, possam dar aulas exclusivamente para cursos de formação técnica e professional, desde que os cursos estejam ligados às áreas de atuação deles. Também ficou definido pelos deputados e senadores que profissionais graduados sem licenciatura poderão fazer uma complementação pedagógica para que estejam qualificados a ministrar aulas. 

Tramitação foi questionada 

Especialistas dizem que as mudanças deveriam ter sido discutidas abertamente com a sociedade, e não implementadas via MP. O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual afirma que a medida provisória que estabelece uma reforma no ensino médio é inconstitucional. Na Câmara, a proposta recebeu 567 emendas de deputados e senadores com o objetivo de alterar o conteúdo da proposta. Foram realizadas nove audiências públicas durante a tramitação. Outra crítica é que na prática, uma escola da rede pública não terá como oferecer todos os itinerários formativos, o que pode reduzir o potencial de escolha do estudante. Consultados pelo G1, ex-ministros da Educação alertaram para o risco de que a reforma amplie as desigualdades de oportunidades educacionais. O ministro Mendonça Filho rebateu a acusação. 

Quando a reforma entra em vigor? Maria Helena Guimarães, secretária executiva do MEC, disse no ano passado que a primeira turma ingressando no novo modelo poderia ser em 2018. Já Mendonça Filho disse que não há um prazo máximo para que todos os estados estejam no novo modelo, e diz que espera que haja uma demanda dos próprios estados para acelerar o processo. Apesar de depender da aprovação da BNCC, o MEC ainda faz a ressalva de que a MP já terá valor de lei e que escolas privadas e redes estaduais já podem fazer adaptações seguindo os seus currículos já em vigor. 

Como a Base Nacional é importante neste processo? A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vai definir o conteúdo mínimo e as disciplinas que estarão obrigatoriamente no ensino médio. Um dos pontos polêmicos da reforma foi o fato de o texto da MP retirar da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) a garantia explícita de que algumas disciplinas já consolidadas (artes, educação física, filosofia e sociologia) deveriam ser aplicadas no ensino médio. A medida, porém, foi revertida na tramitação do texto no Congresso. Quando a BNCC sai do papel? O Ministério da Educação anunciou que ela será dividida em duas partes: a do ensino fundamental e a do ensino médio. Havia previsão é de que base do ensino fundamental fosse entregue entre os meses de outubro de novembro de 2016, mas o prazo não foi cumprido. No fim de janeiro, Mendonça Filho afirmou que a BNCC do ensino infantil e fundamental seria encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE) "nas próximas semanas" e deve ser homologada até o fim do primeiro semestre deste ano. Já o conteúdo do ensino médio deve ser entregue até o mês de março de 2017, segundo o secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares da Silva. A reforma muda quais leis que regulam a educação? A medida provisória aprovada na tarde desta quarta-feira no Senado tarde altera artigos da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que é a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e da Lei nº 11.494, de junho de 2007, que é a Lei do Fundeb. Além disso, institui a Política de Fomento à Implementação de Escola de Ensino Médio em Tempo Integral.
Fonte G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers