terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Curvas: Denise Dias mostra corpaço escultural em dia de passeio de barco

  dia de passeio de barco
Curvas: Denise Dias mostra corpaço escultural em dia de passeio de barco

Morena gostosa


Denise Dias ostentou duas coisas nesta terça-feira, 10: seu corpão e seu estilo de vida. A modelo fez uma sessão de fotos em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, e mostrou todas as suas curvas em um biquininho branco durante um passeio de barco. "Meu estilo de vida reflete no corpo", declarou ela. A beldade falou também sobre seu corpo escultural e como faz para mantê-lo sempre assim: "Cheguei aos meus sonhados 8% de gordura com muito foco e determinação. Treino todos os dias e tenho uma balança para pesar a quantidade de comida que devo ingerir. Posso comer doce todos os dias no café da manhã, após o aeróbico em jejum, mas eu faço o cálculo diário de todas as calorias consumidas durante o dia. Dá trabalho e restringe um pouco a vida social, mas não sou do tipo baladeira e não gosto muito de sair a noite pra ficar bebendo."




Denise Dias (Fotos: R2assessoria/Divulgação)

A violência não para na Bahia! Jovem de Várzea da Roça é raptado e encontrado morto no município de Jacobina

Jovem de Várzea da Roça é raptado e encontrado morto no município de Jacobina

Crimes na Bahia


Na tarde desta Segunda-feira 09 de janeiro de 2017, por volta das 14h, um jovem de Várzea da Roça de prenome Rafinha, foi morto com vários tiros na Região de Queimada Velha, às margens da estrada de acesso para Cachoeira Grande no Município de Jacobina. O jovem foi raptado em Novo Paraíso, distrito de Jacobina, por volta das 14 horas e encontrado morto crivado de balas na Região de Queimada Velha, às margens da estrada de acesso para Cachoeira Grande. Fonte: Baiano Produções com fotos do WatsAPP e informações do Bahia Acontece

Fatalidade: Estudante de medicina Univasf morre vítima de acidente dias antes da formatura

  fica gravemente ferida em acidente na BR-324

Tanquinho (BA)


A estudante do curso de medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Fabiana Araújo Miranda, se envolveu em um acidente na BR-324, na manhã deste domingo (08), na cidade de Tanquinho (BA). Ela se dirigia a Petrolina junto com seus pais para as comemorações da sua festa de formatura que aconteceriam essa semana. Segundo informações do site Acorda Cidade, três pessoas morreram e quatro ficaram no acidente. Dois veículos de passeio, um Ônix e um Colbat, colidiram frontalmente na rodovia. Entre os mortos está a mãe da estudante da Univasf, Heloisa Miranda de Araújo, 58 anos, e passageiras do Colbat, Leonice Brito do Nascimento da Silva, e a filha Alana Nascimento da Silva, 11 anos. Os corpos ficaram presos às ferragens e foram removidos pelo Corpo de Bombeiros da cidade. Fabiana Miranda residia no bairro Cabula, em Salvador, e foi socorrida em uma ambulância da prefeitura de Tanquinho para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), onde está na UTI em estado grave. Seu pai também se encontra em estado grave em outro hospital da região. As demais vítimas foram socorridas para hospitais diversos. Ainda não há informações sobre os nomes e estados de saúde das demais vítimas que ficam feridas, nem especificação sobre em quais dos dois veículos estavam. Segundo informações do policial rodoviário federal, Wilson Santos, existe a suspeita de que um dos condutores tenha cochilado ao volante. De acordo com a assessoria da Univasf, a colação de grau da estudante está marcada para próxima quinta-feira (12). O Colegiado do curso de Medicina ainda não se pronunciou sobre o caso. . Blog Edenevaldo Alves

Fatalidade: Estudante de medicina Univasf morre vítima de acidente dias antes da formatura


Morreu na noite deste sábado (21) a estudante do curso de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Fabiana Araújo Miranda. Ela estava internada em estado grave no Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hospital das Clínicas), em Salvador, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 21h. Ainda não há informações sobre seu sepultamento. Fabiana e sua família sofreram um grave acidente quando se dirigiam para o local onde seria realizada sua formatura, em Petrolina (PE). Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a batida ocorreu no Km-742 da BR-324, no município de Tanquinho, no Centro Norte baiano, por volta das 7h de domingo (8). A cerimônia estava marcada para quinta-feira (12). Fabiana estava no carro com os pais quando o veículo bateu de frente com outro carro. A mãe de Fabiana, Heloísa Miranda de Araújo, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Na época, a estudante e o pai dela tinham sido internados no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, mas no dia 12 Fabiana precisou ser transferida para o Hospital das Clínicas, onde não resistiu. O estado de saúde do pai da estudante não foi divulgado. Pelas redes sociais, familiares e amigos da estudante chegaram a fazer uma campanha de doação de sangue. A Univasf informou que manteve a cerimônia, com inclusão do ato ecumênico, aula da saudade, baile e colação da formatura. No entanto, em respeito ao momento, o ‘bailinho temático’ foi cancelado. *Correio da Bahia

INSS retoma revisão de benefícios; mais de 100 mil são convocados na Bahia

 mais de 100 mil são convocados na Bahia

Quero ver quando vão revisa os super salários!??


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) reinicia na próxima segunda-feira (16), o pente-fino nos benefícios. Em todo o estado da Bahia serão revisadas 72.694 aposentadorias por invalidez e 29.730 auxílios doença. O Programa de Revisão dos Benefícios por Incapacidade foi autorizado pela Medida Provisória 767, publicada na sexta-feira (6) em edição extra do Diário Oficial da União. No total, serão chamados 530 mil beneficiários com auxílios que estão há mais de dois anos sem perícia. Destes, 100.170 (19%) estão na Bahia. A convocação será feita por meio de carta com aviso de recebimento. Após o comunicado, o segurado tem cinco dias úteis para agendar a perícia pelo número 135. O beneficiário que não atender a convocação ou não comparecer na data agendada pode ter o benefício suspenso. Na data marcada para a realização da avaliação, ele deve levar toda a documentação médica como atestados, laudos, receitas e exames. Dados da Previdência Social apontam que a revisam já gerou uma economia de R$ 220 milhões para o Fundo da Previdência. Até 31 de outubro de 2016, foram realizadas quase 21 mil perícias. Desse montante, 16.782 (80,05%) benefícios foram cessados na data de realização do exame; 304 (1,45%) foram encerrados, mas com concessão de auxílio-acidente. Ainda houve 1.520 (7,25%) casos que tiveram data remarcada para cessação; 954 (4,55%) encaminhados para reabilitação profissional e 1.289 (6,15%), transformados em aposentadoria por invalidez.

Torrando! Sol na laje? Saiba os riscos da moda da ‘marquinha’

A queimadura solar pode causar envelhecimento cutâneo precoce e pode aumentar o risco de câncer de pele



O desejo de conquistar a marquinha perfeita motivou as brasileiras a adotar uma estratégia perigosa: trocar a praia pela laje e o biquíni, traje clássico das areias nacionais, pela fita isolante. Pois é. No fim do ano passado, alguns dias antes da chegada do verão, a prática, que se tornou um serviço profissionalizado, passou a ser divulgada pelos noticiários dentro e fora do país. O tema repercutiu tanto que o ‘negócio’ da carioca Erika Romero, de 34 anos, foi divulgado pelo periódico argentino Clarín. “A especialidade dela consiste em colocar nas partes do corpo que normalmente ficam cobertas com o biquíni algumas tiras de uma espécie de fita isolante que bloqueia o sol, até mesmo os raios ultravioletas”, diz o texto. “Isso faz com que o bronzeado fique mais visível e cria um contraste entre a parte bronzeada e a parte que está coberta.” As mulheres ficam deitadas sob o sol por cerca de duas horas, uma de frente e outra de costas. Antes, seus corpos são besuntados com uma combinação de hidratante com bronzeador. Os riscos - De acordo com o dermatologista Leonardo Spagnol, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o chamado ‘bronzeamento natural’ traz riscos à saúde. “A queimadura solar pode causar envelhecimento cutâneo precoce e causar câncer de pele no futuro”, avisa. “Além disso, uma jovem que sofre de queimadura de segundo grau com aparecimento de bolhas tem um aumento de 50% no risco de desenvolver melanoma, considerado o tipo mais grave devido à sua alta possibilidade de metástase”. O uso da fita isolante também pode trazer consequências. Apesar de bloquear a passagem dos raios, ela faz uma marca menor do que ela faria na praia, com biquíni. A área, nesse caso, tem pele “virgem” e, portanto, mais suscetível a queimaduras e a manchas. Spagnol cita ainda o caso de uma jovem de 20 anos, que morreu após ficar 4 horas sob o sol durante uma sessão de bronzeamento natural em uma clínica que funcionava em uma casa na Asa Sul, em Brasília. Ela foi diagnosticada com insolação, recebeu soro na veia e remédios para aliviar as dores, mas morreu após três paradas cardíacas. “O submundo da estética é muito perigoso. Como esses estabelecimentos não são fiscalizados pela vigilância sanitária, não é possível controlar as condições de exposição ao sol e muito menos verificar a certificação dos produtos utilizados”, diz o dermatologista. Veja também


Fotos: Mulheres tomam sol com fita isolante no ligar do biquíni, na laje de Érika Bronze, no Rio(Reprodução)

Insegurança na Bahia: Criminosos matam gado, roubam carne e deixam carcaça na zona rural de Filadélfia

  roubam carne e deixam carcaça na zona rural de Filadélfia
Foto ilustrativa

Roubo de Gado

Um produtor rural participou, na tarde desta segunda-feira (9) do programa Itapicuru Notícias, da Rádio Itapicuru FM, para fazer um alerta aos produtores rurais do município. Segundo ele, sua propriedade, localizada na Fazenda Maravilha, no município de Filadélfia, foi invadida por meliantes que furtaram um boi, com doze arrobas, levaram a carne e deixaram apenas a carcaça. Ainda segundo o produtor, o prejuízo é estimado em cerca de R$2.000 (dois mil reais). Em sua participação, o mesmo ressaltou a sensação de insegurança vivida e alertou aos produtores pelos furtos em propriedades da zona rural. Fonte Web Interativa

Saúde pública na Bahia: Filadélfia Bebê morre após parto e família acusa hospital de negligência médica.

  família acusa hospital de negligência médica.

Morte de bebê em Filadélfia


A família de Rakel, residente em Boa Vista, que estava grávida de 09 meses, acusa o Hospital São Sebastião em Filadélfia de negligência médica, depois de criança falecer após o parto. Um dos parentes relatou a nossa redação que uma médica que não se lembrava do nome, fez a Ultra Som e falou que estava tudo normal e que a gestante deveria esperar. “Ela estava sentindo dores, e a menina (criança) estava com cinco voltas do cordão umbilical no pescoço e ai fizeram o parto normal, quando na verdade o parto deveria ser Cesário” foi o que relatou a parente. A Redação do Filadélfia em Notícias entrou em contato com o Secretário de Saúde Nondas Mota, só que até fecharmos a redação não obtivemos respostas. Filadélfia em Notícias

Violência na Bahia: As mortes não param em todo estado!

  foi assassinado no município de Caém

Identificado homem que foi assassinado no município de Caém


José Leôncio de Jesus Nascimento, 32 anos, conhecido como Nego, foi assassinado com disparos de arma de fogo nesta segunda-feira, 09 de janeiro de 2017, na comunidade do Cendro em Caém. Segundo informações, Nego que é da Rua Santo Antônio no Bairro da Grotinha em Jacobina, estava passando uma temporada em Novo Paraíso. A Polícia Civil busca informações se a morte de Nego tem relação com um homicídio registrado também nesta segunda em uma estrada vicinal de acesso ao distrito de Cachoeira Grande. O corpo de José Leôncio de Jesus Nascimento, conhecido como Nego, encontra-se no Instituto Médico Legal em Jacobina, devendo ser liberado para sepultamento nesta terça-feira, 10. Fonte: Augusto Urgente!

  mais uma morte no município

Polícia de Jacobina registra mais uma morte no município


No início da noite desta segunda-feira, 09 de janeiro de 2017, o corpo de um jovem foi encontrado morto na comunidade da Malhadinha. Segundo informações, o jovem que é conhecido como Dodi da Bananeira, sofria epilepsia. Não há informações sobre as circunstâncias e motivação da morte. A Polícia Técnica foi acionada e seguiu por volta das 19:25h para o realizar o levantamento cadavérico. Fonte: Augusto Urgente!

  HOMEM FOI ASSASSINADO COM CINCO TIROS

RIACHÃO DO JACUÍPE: HOMEM FOI ASSASSINADO COM CINCO TIROS


Depois de apenas sete dias de ter começado o ano novo de 2017, o primeiro homicídio do ano foi registrado na noite deste sábado (7) no distrito de Chapada, na Rua 13 de maio próximo ao saída para o povoado de Almas pela estrada de chão. Segundo informações, dois homens não identificados, em uma moto de dados não anotados, chegaram na rua e efetuaram vários disparos contra Leandro Lima conhecido como “Léo Bocão”. A vítima ainda correu por cerca de 150 metros e caiu próximo a casa de parentes. Léo foi socorrido em um veiculo particular para o Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe (HMRJ) onde o mesmo deu entrada ainda com vida, mas acabou morrendo quando passava por atendimento. Segundo um amigo que preferiu não se identificar, Léo fazia uso de drogas e já esteve preso. Ele foi atingido por cerca de cinco tiros. O corpo foi encaminhado para a capela do HMRJ onde permanece na pedra a espera do rabecão para ser encaminhado ao Departamento de Policia Técnica (DPT) de Serrinha, onde será periciado. Parentes estavam no HMRJ mas não quiseram dar entrevista, uma tia do jovem estava muito emocionada e alguns parentes choravam pela morte de Léo na recepção do Hospital, a família não informou horário e nem local do sepultamento. DA REDAÇÃO. FOTOS - FACEBOOK E ALANA ADRIELLE.]



Na tarde desta segunda-feira, 09 de janeiro de 2017, dois homens moradores do município de Jacobina foram supostamente assassinados a tiros. Ainda de acordo com informações, um homem conhecido como Nelo foi raptado após troca de tiros por homens em um carro branco de Novo Paraíso e encontrado crivado de balas na região de Queimada Velha, no acesso para Cachoeira Grande. O outro fato, ocorreu no povoado do Cedro no município de Caém, onde segundo informações, um homem ainda não identificado teve a sua vida ceifada com disparos de arma de fogo. Segundo populares, a vítima é de Novo Paraíso de Jacobina e estava morando no Cedro. A polícia foi informada dos fatos e busca averiguar se os dois supostos assassinatos ocorridos em Caém e Jacobina tem relação entre si.


Educação em Queimadas: Diretor acadêmico da Faculdade Capim Grosso visita o município nesta terça-feira

  Queimadas nesta terça-feira

Faculdade


O diretor da Faculdade Capim Grosso (FCG), Thiago Ilure, estará no município de Queimadas nesta terça-feira (10) onde ao meio-dia fará uma participação na Rádio Vila Bela FM 92.3, ministrando uma palestra, com o objetivo de esclarecer e apresentar a sociedade queimadense a história de uma das melhores faculdades privadas do país na atualidade e o seu projeto de extensão com a instalação do Polo FCG na cidade de Queimadas. Com a instalação da FCG a população de Queimadas, terá uma opção de cursar presencialmente com professores mestres e doutores em sala de aula e ainda terá a comodidade em cursar bons cursos reconhecidos pelo MEC, como por exemplo, Pedagogia, Administração, Ciências Contábeis, Serviço Social e Engenharia de Produção com mensalidades acessíveis a todos. Informe Publicitário

Maragogipe (BA): MPF-BA aciona União, Estado e empresas investigadas na Lava Jato por estaleiro ilegal

  Lava Jato por estaleiro ilegal
Maragogipe (BA): MPF-BA aciona União, Estado e empresas investigadas na Lava Jato por estaleiro ilegal

(MPF) em Feira de Santana ajuizou


O Ministério Público Federal (MPF) em Feira de Santana ajuizou nesta segunda-feira (9) ação civil pública contra o Ibama, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a União e o governo da Bahia por autorizarem e instalarem, ilegalmente, o Estaleiro Enseada do Paraguaçu, na Reserva Extrativista Baía de Iguape, em Maragogipe (BA), na Região Metropolitana de Salvador. Na ação, também foram acionadas as empresas Odebrecht, OAS Engenharia e Participações, Construtora OAS, Kawasaki Heavy Industries, UTC Engenharia – integrantes do Consórcio Estaleiro Enseada do Paraguaçu. Entre elas, apenas a Kawasaki não é investigada na Operação Lava Jato. O procurador da República Samir Cabus Nachef Júnior requer à Justiça Federal, liminarmente, que os réus tomem providências para reparar os danos ambientais causados pela obra. O Estaleiro Enseada do Paraguaçu foi construído em parte da Reserva Extrativista (Resex) Baía do Iguape, que supostamente teve seus limites territoriais alterados ilegalmente para possibilitar a implantação do polo naval na região. A alteração foi feita por meio do que o Supremo Tribunal Federal (STF) teria considerado um “contrabando legislativo”: o uso, inconstitucional, de uma medida provisória (MP) para aprovar assunto diverso de seu conteúdo principal. A MP 462/2009 tratava da prestação de apoio financeiro, pela União, por meio do Fundo de Participação dos Municípios, mas contou com 23 emendas alheias ao seu texto principal, entre elas a alteração da área da reserva. De acordo com a apuração feita pelo MPF, não foram realizados os estudos técnicos necessários ou a consulta à população local — ambos exigidos pela legislação — para que pudesse haver a redefinição dos limites da reserva. O estaleiro foi orçado em R$2,6 bilhões e tem obras 82% concluídas, porém paradas desde novembro de 2015 e sem previsão de continuação. Em janeiro do ano passado, a Kawasaki reconheceu um prejuízo de R$ 750 milhões na obra por causa do envolvimento das parceiras em casos de corrupção. De acordo com avaliação da Comissão Pró-Iguape, a instalação do estaleiro na região implica, entre outras questões, em impacto nos crustáceos locais devido à dragagem; na alteração no processo das marés; na qualidade da água; na remoção da biota marinha; e também na erosão de margens do rio. O próprio Ibama, também acionado pelo MPF, havia destacado, em relatório prévio, que a instalação do estaleiro implicaria na retirada de 15 hectares de manguezal na região — o que já ocorreu — causando problemas à hidrologia do local, incluindo a impermeabilização do solo. Em parecer técnico o Ibama afirmou, ainda, que os Estudos de Impacto Ambiental do estaleiro e das obras do terminal portuário foram realizados com falhas, erros e baixa representatividade ou falta de dados que comprometeriam a determinação da viabilidade ou não do empreendimento. Apesar das irregularidades encontradas, o Ibama concedeu permissão para execução da obra. A União, o estado da Bahia, o ICMBio e o Ibama foram acionados por não cumprirem com seu dever legal de evitar danos ao meio ambiente. O MPF requer à Justiça, em caráter liminar, que as empresas sejam obrigadas a contratar equipe multidisciplinar para avaliar o dano socioambiental causado pelas obras; a equipe deverá estabelecer um plano de trabalho acompanhado de cronograma financeiro e de execução. Pediu ainda que as empresas e o poder público sejam condenados a arcar com a assunção das obrigações de recuperação e/ou compensação de todos os danos socioambientais causados, devendo apresentar um plano socioambiental para isso em 90 dias; e também a pagar danos morais coletivos de pelo menos 20% do valor do empreendimento, e sociais de pelo menos 10% dos R$ 2,6 bilhões.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers