segunda-feira, 31 de julho de 2017

Onde está a oposição da Bahia, está de férias ou não existe? Ninguém vai falar nada contra abusos da Embasa e Agersa?

Só tivemos a iniciativa do a iniciativa do mandato do deputado estadual Pablo Barrozo (DEM) e que durou pouco? Onde estão os demais deputados da oposição?

Governos: Estadual, Federal e Municipal, só querem ferrar com o povo!


Nós os baianos e de certa forma os brasileiros estamos ferrados. Não podemos contar com o congresso que é ineficiente e cheio de denunciados, que só tentam escapar da justiça. Os governos que deveriam ser chamados de democráticos, só governam para os poderosos, desde 1988 que o povo é quem paga a conta dos políticos aproveitadores. Sarney, Collor, FHC, Lula, Dilma e agora Temer, só trabalham pra manterem o poder, mesmo que isso custe o suor dos pobres. Dão com uma mão e tiram com as duas, fazem programas sociais pra ludibriar e ferram de todas as outras maneiras. Com Temer, até aposentadorias serão quase impossíveis de alcançarmos. Eles fazem de tudo pra tirar os direitos do povo, alegando ser "reformas modernizadoras", mas, que só visa beneficiar o capital e ferrar com o povo.



E na Bahia, no governo do PT, que falava tanto em "direitos humanos", numa época de crise como essa e com a Embasa, sempre conhecida por seus serviços horrorosos, com uma das piores gestões da história da Embasa, do Senhor Rogério Cedraz, mais um apadrinhado do deputado Marcelo Nilo, o povo recebeu mais uma tacada ou facada pelas costas. A Agersa, sem pensar no social e na dificuldade que o povo pobre da Bahia enfrenta, simplesmente autorizou um aumento de 8,8% na conta e de quebra, ainda diminuíram a quantidade de água que consumidor pode utilizar na tarifa mínima. Um absurdo! Um abuso desumano e cruel.

Os recursos hídricos da Bahia, não foram tão pessimamente geridos. Na gestão do Rui Costa, dois importantes rios da nossa região, estão morrendo, o Rio Itapicuru Mirim, que tá praticamente morto e o Rio Itapicuru Açu, que agoniza, enquanto o governador passeia em pré-campanha pelo estado todo, só focando rodovias.

Gostaríamos de saber, por onde anda a Oposição na Bahia? Estão de férias? Estão no ostracismo? Estão comendo na mão do governador? Com a resposta os deputados da oposição!

Também queremos saber onde está os direitos humanos e os defensores do direito do consumidor na Bahia? Não existem mais ou simplesmente apenas batem continência pro governo do Estado?

E a Agersa, como pode tomar uma decisão tão irresponsável e desumana como essa? Não levou em conta fatores sociais, econômicos e muito menos o direito do consumidor! Com a palavra, mais um apadrinhado e insensível: Carlos Henrique de Azevedo Martins, irmão do deputado estadual Angelo Coronel (PSD) que é o presidente da Agersa e não teve a menor sensibilidade social ou humana pra tomar essa decisão desumana contra o povo da Bahia!

Eu queria saber da comissão de direitos humanos da OAB, da Assembléia do Estado da Bahia e também do Ministério Público, se isso é legal? Como pode de uma única vez, aumentar o valor da tarifa e diminuir a taxa minima de consumo? Isso é inadmissível e o povo tem que dar a resposta a esses políticos nas urnas ano que vem!

Atualmente, consumidor paga R$ 25,30 na tarifa mínima e pode utilizar até 10 metrso cúbicos de água. Com mudança, ele pagará 27,50 e só poderá usar 6 metros cúbicos (Foto: Reprodução/ TV TEM) 


A empresa informou ainda que houve uma redução do número de usuários com consumo na faixa excedente, e que a expansão dos serviços no interior do estado levou ao aumento do número de consumidores que pagam a tarifa mínima subsidiada, tornando cada vez mais difícil a manutenção da estrutura tarifária que vinha sendo adotada, sem causar prejuízos à saúde financeira da empresa. “A correção desse desequilíbrio, através da redistribuição do subsídio na estrutura tarifária, é fundamental para garantir a sustentabilidade da empresa nos próximos anos, possibilitando a continuidade e a ampliação da prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário para milhões de baianos”, afirmou o presidente da Embasa, Rogério Cedraz.

E dai, Rogério Cedraz, apadrinhado do Marcelo Nilo? Não queremos nem saber quem envernizou a barata! Queremos que nossos direitos não sejam surrupiados dessa forma. No Espanta Gado, que já não temos um tratamento da água completo, onde quase ninguém quer beber essa água mau tratada que cai nas torneiras, e ainda somos "presenteados" como isto? Estamos pesados, pois há pouco tempo, vereadores que preferem bater continência ao prefeito petista de Queimadas, e virar as costas ao povo que os elegeu, aprovaram uma cobrança exagerada, a tal CIP, que gerou revolta em todo município. Primeiro veio o presente de grego do governo municipal e de 7 vereadores subservientes da Câmara de Queimadas, agora, mais um presente petista, só que do governo do estado. E ai vão dizer que a Embasa e Agersa "são independentes". A bom! Se fossem, não teriam apadrinhados políticos na sua direção! Sabemos muito bem que são os políticos e em especial o governo do estado quem manda nesses órgãos, até porque a Embasa é uma estatal.

A Embasa, deveria era ter vergonha, pela péssima gestão dos recursos hídricos na Bahia, deixando o Rio Itapicuru, que sempre foi uma riqueza do Seme-árido, morrer e virar numa areia cada vez maior! Estamos mal de governantes em todos os níveis, tanto no plano federal, quanto no plano estadual e municipal. E pra piorar, sequer temos oposição em nenhuma dessas instâncias! E mais grave; vemos o silêncio do MP, da OAB e dos defensores dos direitos humanos e dos direitos do consumidor! Estamos ferrados!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers