quinta-feira, 27 de julho de 2017

Gastos: Enquanto Rui Costa passeia pela Bahia, a crise hídrica e de segurança aumenta


O deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) questiona viagens de Rui: 'Atos de campanha são feitos em vistorias de sanitários'


O deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) quer que o Ministério Público e o Tribunal Regional Eleitoral investiguem as viagens do governador Rui Costa (PT) pelo interior. Isso porque o parlamentar acredita que o petista tem feito campanha disfarçada de entrega de obras, o que se configura abuso de poder e uso da máquina do estado apra fazer campanha antecipada. "Com a desculpa de anunciar um número fictício de visitas ao interior, o governador usou os helicópteros do estado para transportar secretários, parentes e amigos, e apareceu até um bolo gigante para comemorar a tal marca que ninguém sabe se é verdadeira", criticou Azi, em referência à viagem de número 300, celebrada na cidade de Santa Luz no último dia 17 de julho. O democrata ainda alfinetou as pautas que a equipe do governador prepara para ele nos municípios baianos. "Os atos de campanha do governador são feitos muitas vezes em obras que não foram realizadas ou até mesmo em vistorias de sanitários. Tudo isso é usado como forma de campanha", acrescentou. O posicionamento de Azi é uma resposta às declarações do deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) sobre o prefeito ACM Neto (DEM). O petista disse que antes de buscar promoção pessoal no interior, Neto deveria governar a cidade, que sofre com crises na educação e na saúde. "Enquanto o interior sofre com a seca, a violência, a falta de educação e saúde, e estradas esburacadas, o governador, ao invés de governar, usa o aparato do estado, muitas vezes em comitivas e esquemas de segurança que deveriam envergonhar qualquer governante sério em época de crise, para fazer campanha há mais de um ano das eleições", rebateu Azi.

Foto: Reprodução / Democratas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers