quinta-feira, 6 de julho de 2017

Com mais de 100 anexos, delação de Cunha deve atingir Temer e ministros

Foto: Agência Brasil

O ex-deputado Eduardo Cunha já está finalizando o texto que reunirá as informações de seu acordo de colaboração premiada que pretende fechar com a força-tarefa da Operação Lava Jato. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, ele já preparou mais de cem anexos para a delação, mas ainda não há confirmação sobre quantos deles devem ser aproveitados no termo final do acordo. Procuradores da força-tarefa têm debatido com os advogados do ex-presidente da Câmara e monitoram o avanço do acordo. A negociação vem sendo considerada satisfatória e a expectativa é de que os documentos sejam entregues já na próxima semana. Outra previsão é de que o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral), Eliseu Padilha (Casa Civil) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) sejam citados no acordo. Preso desde outubro de 2016, Cunha teve reservada, pelas autoridades, uma sala especial no Complexo Médico-Penal de Pinhais para que ele possa conversar com os advogados, que redigem os textos da delação.

Janot senta o pau em Temer e diz que denúncia é fortíssima

  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers