sábado, 20 de maio de 2017

Temer acuado: Luiz Viana diz que impeachment pode tramitar no Congresso, mesmo com crise institucional

Foto: Angelino de Jesus/ OAB-BA

OAB-BA


O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decide neste sábado (20) se ingressará com um pedido de impeachment do presidente Michel Temer por crime de responsabilidade e prevaricação. A OAB baiana se posicionou nesta sexta-feira (19) pelo pedido de impeachment de Temer e declarou apoio a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 227 – que antecipa eleições diretas em caso de vacância. O presidente da OAB-BA, Luiz Viana, acredita que um pedido de impeachment pode tramitar sim no Congresso Nacional. “Um eventual pedido de impeachment do Conselho Federal, apesar do cenário de crise institucional profunda que nós vivemos, pode tramitar no Congresso Nacional, caso fique confirmado os fatos, e demonstrado que o presidente perdeu a legitimidade para continuar à frente da Presidência da República”, afirma. Questionado se no atual momento seria melhor uma renúncia de Temer do que o impeachment, Viana diz que prefere não opinar e seguir a manifestação do Conselho Seccional. Luiz Viana também acredita que a PEC 227 poderá tramitar no Congresso se houver um “grande acordo nacional entre os partidos políticos”. “Essa é uma PEC de grande importância, profundidade e significado político-eleitoral. Nesse momento, ela só pode tramitar se houver um grande acordo, mas isso vai depender de como a lógica política se desenvolva daqui para frente. Os fatos são todos rápidos. Em menos de 24h, estão aparecendo fatos novos. É preciso aguardar para saber como o processo político vai desenrolar daqui para frente”, pondera. O presidente da Ordem baiana ainda pontua que a “nação está em vigília cívica”. “É fundamental que a nação esteja preparada para acompanhar o que está acontecendo e se manifestar”. por Cláudia Cardozo/BN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers