segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Seca na Bahia: Barragens das regiões de Jacobina e Senhor do Bonfim estão com níveis preocupantes

  estão com níveis preocupantes
Barragem de Ponto Novo

Crise Hídrica


A escassez de chuvas no sertão da Bahia tem causado uma diminuição acentuada nos níveis de água acumulada das barragens que abastecem os municípios das regiões de Jacobina e Senhor do Bonfim. Por causa deste cenário, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) irá reduzir, até o final deste mês, a oferta de água nos municípios de Jacobina, Caém, Saúde, Antônio Gonçalves, Campo Formoso, Serrolândia, Várzea do Poço, Caldeirão Grande, Ponto Novo, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Andorinha e Senhor do Bonfim. A empresa também iniciará em breve uma campanha de conscientização para o uso racional da água distribuída nestes municípios. O mote da campanha é “Economize água. Cada gota conta” e busca alertar à população sobre a necessidade de consumir menos água para que seja possível garantir a continuidade do abastecimento regular diante dos efeitos da estiagem prolongada que acontece em toda a região.

Barragem do Aipim


Barragens 

A Embasa dispõe na região de Jacobina das barragens de Pindobaçu, Cachoeira Grande e Itapicuruzinho, que estão com 40%, 43% e 19%, respectivamente, da capacidade de armazenamento de água. Na região de Senhor do Bonfim, as barragens de Ponto Novo, do Aipim e Prata estão com 30%, 62% e 13%, respectivamente, do volume máximo de acumulação do recurso hídrico. “Esta disponibilidade hídrica nos preocupa muito. Por isso, pedimos à população que adote hábitos conscientes de consumo da água”, alerta o gerente Regional da Embasa de Senhor do Bonfim, Vinícius Araújo. Em caso de vazamentos na rua, os moradores podem informar à Embasa pelo 0800 0555 195 para que a empresa faça a correção no menor tempo possível, evitando o desperdício. 


Barragem de Pindobaçu


Comentário: Todo mundo sabe muito bem da crise hídrica e seca muito prolongada, mas, sabemos bem, que a Embasa e o governo nunca investiram nos rios, barragens e nascentes. Portanto, é uma maldade o que a Embasa está fazendo com os agricultores ribeirinhos, tirando bombas, impedindo que molhem o pouco que ainda lhe resta. É um absurdo pra manter a lucratividade da Embasa...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers