segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Fatalidade: Liliane Chieppe Herdeira do Grupo Águia Branca morre em incêndio em SP

  morre em incêndio em SP
Liliane Chieppe
(Foto: Mônica Zorzanelli/Arquivo/ZigZag)

Ela estava em um apartamento no bairro Jardim Paulista, na capital. Segundo os bombeiros, o incêndio ocorreu dentro de um dos quartos.


Uma das herdeiras do Grupo Águia Branca, Liliane Chieppe, filha do fundador e e ex-presidente da empresa, Vallecio Chieppe, morreu em um incêndio na tarde desta segunda-feira (30), em São Paulo. Ela estava em um apartamento que pegou fogo no bairro Jardim Paulista, na capital. Liliane tinha 54 anos e deixa três filhos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio ocorreu dentro de um dos quartos do apartamento. Quando a equipe de resgate chegou ao local, populares já tinham apagado as chamas. Os bombeiros ainda informaram que duas pessoas, entre elas Liliane, passaram mal com o incêndio, uma com crise nervosa e outra com parada cardiorrespiratória. Não há informações sobre a identidade e o estado de saúde da outra vítima. Liliane foi levada, inicialmente, pelo resgate do Corpo de Bombeiros para o Hospital Santa Casa de São Paulo. Em seguida, foi encaminhada para Hospital das Clínicas, onde morreu, segundo a assessoria de imprensa da clínica. O Grupo Águia Branca divulgou por meio de nota que familiares foram para São Paulo para tomar as providências necessárias. Não foram divulgadas informações sobre velório e enterro. Grupo Águia Branca Fundado em 1946, o Grupo Águia Branca é um conglomerado de transportes que reúne dez empresas. Tem sede em Cariacica, no Espírito Santo, e atua em todo o país nos serviços de transporte rodoviário e aéreo de passageiros, comércio de automóveis e veículos comerciais de diversas marcas, além de locação de veículos, e logística. Caique Verli e Natália Bourguignon
Do G1 ES, com informações do Gazeta Online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers