quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

A Panicat Mari Gonzalez posa gostosa de biquíni: 'Eu só quero paz'

  posa gostosa de biquíni: 'Eu só quero paz'
Mari Gonzalez de biquíni (Foto: Reprodução/Instagram)

Panicat publicou foto no Instagram. 'E eu (quero) esse corpo. É pedir muito?', escreveu uma fã.


Mari Gonzalez posou toda linda de biquíni no Instagram nesta quarta-feira, 28. "Eu só quero paz", escreveu ela na rede social. As fãs foram só elogios. "E eu esse corpo. É pedir muito?", escreveu uma delas. Tá podendo, Mari! A morena, conhecida pela boa forma, namora o ex-BBB Jonas Sulzbach e o casal costuma postar fotos quentes junto.

Mari Gonzalez exibe barriga definida em bastidor de ensaio

Mari Gonzalez mostra corpaço durante mergulho em piscina de vidro

A namorada de Jonas Sulzbach vem postando imagens da viagem do casal a Jericoacoara, no Ceará.



Gostosa! Ex-BBB Paulinha mostra o corpo em forma em dia na praia

Foto rendeu elogio de fã: 'Aquela sereia passando na sua timeline hoje'.


Paulinha Leite resolveu mostrar nesta quarta-feira, 28, que está mesmo mantendo o corpo em forma! A ex-BBB postou uma foto em que aparece de biquíni enquanto sai do mar, e ostentou uma barriguinha chapada. "Aquela corridinha só pra foto", brincou, na legenda da foto. O clique do dia na praia fez sucesso entre os seus seguidores, que foram só elogios. "Linda minha vida", comentou uma. "Aquela sereia passando na sua timeline hoje", disse outro. "Maravilhosamente linda", afirmou um fã. . Relembre o ensaio sensual de Paulinha no Papaparazzo. Horas antes, a ex-BBB posou para a foto ao lado de sua mãe, e ainda fez uma homenagem na legenda. Desde que perdeu mais de 40 quilos e mudou completamente seu corpo, a ex-BBB Paulinha gosta de usar suas redes sociais para relembrar como era seu corpo antes e depois da mudança e estimular seus seguidores na web a se cuidarem. E também não se cansa de comparar o corpo antes e depois da transformação.

Paulinha posa de biquíni ao lado da mãe

Ex-BBB compartilhou a imagem em seu perfil no Instagram



Gostosa! Tatiele Polyana faz charme nas areias de Maceió

 nas areias de Maceió
Gostosa! Tatiele Polyana faz charme nas areias de Maceió

Ex-BBB, que posou para o Paparazzo, curte o sol de Alagoas acompanhada de amigas.


Tatiele Polyana está com amigas em Maceió e postou uma foto de biquíni curtindo uma praia em Maceió. Nos vários posts, a ex-BBB escolheu um modelito diferente para cada clique. Tatiele, que engordou dez quilos e ganhou mais bumbum, será a nova musa do Paparazzo. Na entrevista para o site, Polyana contou que - pasmém!- não se acha uma mulher sensual. "Não em vejo como um mulherão, não me acho sensual, embora as pessoas digam que eu sou. Acho que sou mais molecona. Não me vejo sendo sensual, de verdade. Tento transparecer isso quando poso, mas no dia a dia não sou assim", disse ela.




Tatiele Polyana posa para o Paparazzo (Foto: Roberto Teixeira / Paparazzo)


Rio Branco: Garota Lorrane de 16 anos que fugiu de casa deixou carta para pais: 'Me perdoem'

Jovem de 16 anos saiu de casa na última quinta (22) no bairro Tucumã em Rio Branco (Foto: Arquivo pessoal)

Sumida há seis dias, garota diz no texto que vai morar com uma amiga. Sem notícias, pai acredita que ela esteja com algum namorado.


O pai da adolescente Lorrane Rafaele Bohrer, de 16 anos, que fugiu da casa em que morava com os pais no bairro Tucumã, em Rio Branco, há seis dias, diz que a jovem deixou uma carta se despedindo. O empresário Marco Aurélio, de 54 anos, conta que no bilhete, escrito em um diário, a jovem pede desculpas. "Me perdoem por tudo que eu fiz até hoje. Amo muito vocês, mas estou indo embora. Vou morar com uma amiga. Ela não é daqui e vocês também não conhecem", diz o bilhete. A jovem sumiu na madrugada na última quinta-feira (22), segundo Aurélio. Lorrane escreveu que amava os pais, mas que estava indo embora. "Ela deixou esse diário apenas com uma página escrita dizendo que só fazia burrada e que era para sermos felizes. Mas, é tudo muito estranho, a letra é muito estranha, o diário é novinho como se fosse comprado agora. Até então, pensei que ela tinha saído como uma menina sem cabeça e que voltaria, mas já são muitos dias", conta o pai. Aurélio afirma que a jovem saiu pela janela do quarto e deixou a porta trancada. 

Em carta, jovem que fugiu de casa há seis diz pede
perdão aos pais (Foto: Arquivo pessoal)


Ela teria fugido por volta das 1h30. O pai conta que ela já havia saído de casa no início do ano após ter uma discussão com a mãe, mas foi para a casa de um namorado e logo eles a encontraram. Desta vez, Lorrane saiu de casa, levou roupas e desligou o celular. A suspeita da família é de que a jovem esteja na casa de algum namorado. De acordo com o pai, várias pessoas ligaram dizendo que já viram Lorrane, inclusive, em Sena Madureira, no interior do estado, mas até esta quarta (28), nenhuma das informações foi confirmada. Um boletim de ocorrência foi registrado ainda no dia 22, segundo o empresário.

"Nunca batemos nela, só brigamos por conta das companhias e também exposição dela no Facebook que eu sou contra. Ela é muito bonita e as pessoas ficam assediando, mas ela é adolescente e não ouve", conta.

Pouca leitura! Sem livros de colorir e com crise, venda de livros cai 11% em 2016

  venda de livros cai 11% em 2016
Capas dos livros 'Como eu era antes de você' e 'Depois de você', de Jojo Moyes, best-sellers de 2016. (Foto: Divulgação/Intrínseca)

Estudo da Snel e Nielsen mostra que livros ficaram 9% mais caros, mas livrarias faturaram 3% menos.

Nem a Black Friday conseguiu salvar o mercado editorial brasileiro em 2016. Sem o fenômeno dos livros de colorir e enfrentando a crise econômica, as livrarias amargaram um recuo de 11% na venda de livros neste ano em relação a 2015. Este ano, o consumidor ainda teve de pagar quase 9% mais caro pelas publicações.



No ano, os livros técnicos e especializados, como títulos voltados a concurso público e à medicina, passaram a ser os mais vendidos no Brasil. Desbancaram da primeira posição a categoria de livros de não ficção. As publicações de ficção e as infantojunvenis e educacionais permaneceram em terceiro e quarto lugares, respectivamente. Isso é o que mostra o Painel das Vendas de Livros no Brasil, divulgado nesta quarta-feira (28) pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e pelo Instituto de Pesquisa Nielsen. O estudo baseia-se no resultado do BookScan Brasil, que verifica as vendas em livrarias e supermercados. Os dados do estudo atual compreendem o período de janeiro a 4 de dezembro, ou seja, não incluem as vendas de Natal.

Em 2016, as livrarias venderam 34,9 milhões de livros, volume 11,08% menor que o registrado no mesmo período em 2015, de 39,3 milhões. A receita ficou em R$ 1,39 bilhão, 3,37% abaixo do R$ 1,44 bilhão faturado no ano passado. A Snel destaca que o desempenho do ano, além das dificuldades financeiras pelas quais passa o país, não contou com uma onda de publicações com apelo popular como a que teve os livros para colorir. No ano passado, o “Jardim Secreto” (Sextante) liderou as vendas, mas também tiveram destaque outros como “Floresta Encantada” (Sextante) e “Jardim Encantado” (Alaúde). Os dados do primeiro semestre deste ano indicavam que, sem o impulso dos livros para quem gosta de pintar, o tombo do mercado editorial havia sido de 16,3% no volume de vendas. O suspiro, segundo o estudo de Snel e Nielsen, foi a Black Friday. Sem ela, apontam os dados, o resultado do ano poderia ser ainda pior. Isso porque o dia de ofertas do varejo foi apenas um dos dois eventos sazonais a fazer as vendas de 2016 superarem as de 2015 – o outro foi a volta às aulas. Durante a Black Friday deste ano, o volume de vendas das livrarias foi 10% maior que no ano passado. Nessa mesma base de comparação, o faturamento foi 12,54% superior. O estudo aponta que o preço médio do livro, entre janeiro e o começo de dezembro de 2016, subiu 8,67%, de R$ 36,72 em 2015 para R$ 39,91, neste ano.

Jacobina Bahia: Prefeito é acusado de fazer farra com dinheiro federal

Jacobina Bahia: Prefeito é acusado de fazer farra com dinheiro federal

Recursos públicos da educação

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) denunciou nesta segunda-feira, 26, o prefeito de Jacobina, Rui Macedo (PMDB), por farra na aplicação de R$16,9 milhões de recursos oriundos de precatórios do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério). Segundo o TCM, estes recursos deveriam ser utilizados exclusivamente com educação, mas foram utilizados pelo gestor para pagamento de honorários advocatícios, recuperação asfáltica, limpeza urbana e com o Instituto de Previdência Municipal. A denúncia foi encaminhada à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal (MPF), que devem investigar o caso. A comunicação do TCM a estes órgãos foi feita em caráter de urgência “diante da gravidade dos fatos apurados e respectivos indícios de grave dano ao erário”, que recomendam “pronta cientificação para providências que julguem pertinentes”. Procurado pelo A TARDE, o prefeito Rui Macedo disse que ainda não havia sido notificado da denúncia do tribunal. “Acho pouco provável (a denúncia). De qualquer forma, ainda não fui notificado”, disse Macedo, que não conseguiu a reeleição nas eleições de outubro, sendo derrotado por Luciano da Locar (DEM). Apesar de ainda não ter sido notificado da denúncia, Macedo negou irregularidades e disse estar seguindo decisão do Tribunal Regional Federal (TRF). “A decisão minha é diferente, considera este recurso de verba indenizatória, para uso livre. Estou seguindo esta decisão do TRF”, afirmou. Determinação Por outro lado, o TCM fez outra determinação. Para prevenir e reprimir o uso indevido destes recursos em ações estranhas à educação – sobretudo em ano eleitoral –, o TCM expediu uma resolução no início de setembro para impedir que os prefeitos utilizassem os recursos de forma livre e desvinculada da educação. O tribunal também exigiu que fosse aberta uma conta bancária específica para melhor controle dos recursos. Além disso, proibiu expressamente que os crédito de precatórios fossem usados para pagamento de honorários advocatícios. O MPF também exige que estes recursos oriundos do Fundef sejam aplicado exclusivamente em educação. Rui nega Apesar de ainda não ter sido notificado da denúncia, Rui Macedo negou irregularidades e disse seguir decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) O prefeito de Jacobina, segundo apuração dos técnicos da 23ª Inspetoria Regional de Controle Externo do TCM, recebeu de precatórios do Fundef um total de cerca de R$ 42 milhões em setembro passado. Ao final de outubro, Macedo já havia gasto 39,98%, deste valor total, ou seja, R$ 16,9 milhões. Nenhum centavo deste valor, ainda segundo o TCM, foi aplicado em educação. Deste total, conforme o órgão, R$ 3,3 milhões foram utilizados pelo prefeito para pagamento de “honorários advocatícios” em favor do escritório Ibaneis Advocacia e Consultoria, de Brasília, que foi contratado em processo de inexigibilidade. Outros R$ 1,4 milhão foram gastos pelo gestor em “recuperação asfáltica”; R$ 1,7 milhão em pagamento de dívida junto ao Instituto de Previdência Municipal; e outros R$ 300 mil em “serviços de limpeza”.

Má gestão em Ponto Novo Bahia: Moradores deixam lixo exposto no canteiro da Avenida Lomanto Junior em tom de protesto

  Avenida Lomanto Junior em tom de protesto
Centro de Ponto Novo 

Acumulo de lixo

Revoltados com o acúmulo de lixo nas ruas por conta do atraso na coleta, moradores resolveram protestar. Sacos de lixo doméstico foram jogados no canteiro da principal avenida da cidade, a Avenida Lomanto Junior. A coleta de lixo já vem sendo alvo de reclamações por parte dos moradores na Rádio local. Até o momento, a Secretaria de Infraestrutura, responsável pela coleta de lixo não se pronunciou sobre o caso. Fonte: Web Interativa





Bahia: Licitação de recuperação de estradas de Itiúba, Cansanção, Filadélfia, Biritinga, Serrinha, Conceição do Coité e Santaluz será lançada no início de 2017, diz Rui Costa

  início de 2017, diz Rui Costa
Anúncio foi feito pelo governador durante visita a Serrinha | Foto: Pedro Moraes

Governo da Bahia

O governador Rui Costa anunciou a divulgação do edital de licitação para a recuperação de estradas na região de Itiúba, Cansanção, Filadélfia, Biritinga, Serrinha, Conceição do Coité e Santaluz. O anúncio foi feito por Rui durante a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Serrinha, na manhã desta quarta-feira (28), e confirmado em mensagens publicadas no Twitter do governador. Segundo Rui, o aviso de licitação será lançado no início de 2017. Além de entregar a UPA em Serrinha, Rui também inaugurou obras realizadas com recursos municipais e federais – uma praça, no povoado de Bela Vista e uma quadra poliesportiva, no bairro Rodagem. Rui visitou ainda o Complexo Esportivo Luís Eduardo Magalhães, no bairro Urbis. Redção Notícias de Santaluz

Delação do Marqueteiro: Despesas de Dilma devem ser detalhadas em delação de João Santana à Lava Jato

 delação de João Santana à Lava Jato
Foto: Divulgação

Em fase avançada de negociações, a delação do marqueteiro João Santana à Operação Lava Jato deverá revelar detalhes dos gastos pessoais de Dilma Rousseff. De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, uma fonte “familiarizada com as conversas de Santana” revelou que o marqueteiro irá detalhar despesas da ex-presidente que teriam sido pagas por ele, a exemplo dos serviços do cabelereiro Celso Kamura. Ano passado a Lava Jato já havia recebido a informação de que a Odebrecht repassava para João Santana dinheiro para os cuidados com a imagem de Dilma. A ex-presidente, no entanto, afirmou que os serviços pessoais de Celso Kamura eram custeados por ela mesma, e que teria os comprovantes de pagamento.

STF nega antecipação a municípios de verbas da repatriação

  verbas da repatriação
Foto: Nelson Jr/ STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou, nesta terça-feira (27) um pedido do PSB e da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para antecipar o repasse, aos municípios, das verbas de multas da repatriação de recursos do exterior, previstas na medida provisória 753/2016, publicada na semana passada. A decisão foi tomada pela ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, na condição de plantonista durante o recesso do Judiciário -- o relator é o ministro Celso de Mello. O PSB e a FNP questionavam um ponto da MP que regulamentava a distribuição dos valores das multas da repatriação de recursos do exterior. A ação alegava que era inconstitucional e feria o princípio da isonomia o trecho da MP que autorizava os estados a receberem os recursos da repatriação a partir da data de sua publicação, e, no entanto, deixava que os municípios recebessem os valores apenas a partir de 1º de janeiro de 2017. Citando a crise financeira vivida pelos municípios em todo o Brasil e a dificuldade para honrar os pagamentos como o décimo terceiro salário, o PSB e a FNP pediam que o STF determinasse o repasse imediato, tendo como data limite 29 de dezembro. Argumentavam também que dia 30 é feriado bancário. Para a ministra Cármen Lúcia, no entanto, não ficou demonstrado que havia urgência para este repasse. "Sem desconsiderar menos ainda subestimar a gravidade da crise financeira e orçamentária que atinge todos os entes federados, há de se relevar ausência de demonstração de impacto insolvível a não transferência na meta fiscal dos municípios no ano de 2016, pela evidente imprevisibilidade da arrecadação extraordinária decorrente do RERCT nas respectivas leis orçamentárias". Segundo a ministra, ao Judiciário compete desfazer o que contraria a Constituição, não criar normas faltantes para viabilizar seu cumprimento. "O Judiciário não dispõe de competência para substituir norma que conclua inconstitucional por outra sobre a mesma matéria que lhe pareça coerente com os princípios e regras constitucionais", afirmou. Cármen Lúcia observou, ainda, o curto prazo para que as administrações municipais utilizem os recursos para reverter eventuais problemas na prestação de serviços à população, e que eventuais atrasos de pagamentos poderão ser sanados posteriormente com o repasse programado. Na decisão, a ministra do STF também pediu informações ao presidente da República -- que serão apresentadas ao relator do processo, para a continuidade da ação. No projeto da repatriação proposto pelo governo federal, está prevista a divisão com Estados e municípios de um total de 15% dos impostos devidos e também das multas, as quais originalmente ficariam com a União. por Breno Pires | Estadão Conteúdo

Educação: Antecipação do Fundeb; Bahia recebe R$ 276,3 milhões

 Bahia recebe R$ 276,3 mi; Salvador, R$ 12,3 mi
Foto: Divulgação

Salvador, R$ 12,3 milhões

O ministério da Educação, Mendonça Filho, anunciou nesta terça-feira (27) a antecipação do repasse de 10% da complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) para o pagamento do piso nacional dos docentes. O repasse seria feito somente em abril do próximo ano – e a partir de 2017, esses pagamentos serão feitos em parcelas mensais a partir de janeiro. Ao todo, foram liberados R$ 1,25 bilhão, sendo R$ 276,9 milhões para a Bahia. Desse montante, R$ 12,3 milhões são destinados a Salvador. “Como se trata de recursos para complementação do pagamento do salário do professor, que é devido mensalmente, essa prática de pagamento adotada no passado vinha causando sérios transtornos ao caixa dos estados e municípios, que vêm enfrentando dificuldades para honrar o pagamento da folha de salário dos professores”, afirmou o ministro. Mendonça Filho também anunciou também o aumento do valor mínimo por aluno, que passará de R$ 2.739.77 para R$ 2.875,03. Para Sílvio Pinheiro, recém-empossado presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão responsável pelo repasse do Fundeb, destcou a importância das medidas para a Bahia. “O estado da Bahia, como o resto do país, também passa por um momento econômico difícil, portanto, disponibilizar esse recurso, que não era esperado pelos gestores, é dar um respiro às prefeituras e ao Estado que precisam chegar ao fim do ano com as contas pagas, além de garantir que os profissionais da educação tenham seus direitos garantidos”, avalia. As ordens bancárias para a liberação do recurso, negociado pelo MEC junto ao Ministério da Fazenda, foram emitidas no dia 21 e os valores estarão disponíveis na conta de estados e municípios até esta quinta-feira (29). Os valores disponibilizados para cada município pode ser consultado no site do FNDE  (clique aqui). 

Por que tem feito tanto calor no Brasil nos últimos dias? Meteorologistas explicam

  Meteorologistas explicam
Fim de tarde na zona sul do Rio de Janeiro na segunda-feira (26) (Foto: José Raphael Berrêdo/G1)

Temperaturas aumentaram em muitas cidades do país e foram atípicas


Termômetros disparando, praias lotadas e muita gente aproveitando – ou reclamando – do calor. Os últimos dias têm sido de altas temperaturas em várias cidades brasileiras. O Rio de Janeiro, por exemplo, teve nesta terça-feira (27) o dia mais quente do ano, com temperatura máxima de 42,3°C e sensação térmica de 47,7°C. Já São Paulo registrou a madrugada mais quente do ano, com temperatura mínima de 23,7°C. Cidades mais ao sul, como Curitiba e Porto Alegre, também tiveram uma madrugada e uma tarde mais quente do que o normal.

Segundo meteorologistas, o calor em dezembro vinha sendo até agora o esperado para esta época do ano, mas, nesta terça-feira (27), foi atípico em várias cidades, principalmente na área litorânea entre Florianópolis e o norte do estado do Rio de Janeiro. A meteorologista Josélia Pegorim, do Climatempo, explica que desde o fim da semana passada ganhou força no país o sistema de alta pressão atmosférica conhecido como ASAS (Alta Pressão Subtropical do Atlântico Sul), que funciona como um bloqueio para frentes frias e contribui para o aumento das temperaturas. “Esse sistema reduz a nebulosidade, a umidade e a chance de se formarem nuvens de chuva. A consequência natural é o aumento do calor”, afirma. Já o calor “excepcional” desta terça se deve à combinação de uma série de fatores, explica a especialista. “Além do sol forte, houve a presença de ventos quentes o dia inteiro, que vieram do interior do país em direção ao litoral”, diz. Outro causador do calor extremo é o chamado aquecimento adiabático, um processo físico em que os ventos que descem as montanhas recebem um aquecimento adicional. Como exemplos de calor atípico, Josélia cita que Curitiba registrou a madrugada mais quente do ano, com temperatura mínima de 21,8ºC. Em Curitiba, a tarde desta terça foi também a mais quente do ano, com máxima de 33,7ºC, enquanto o litoral do Paraná registrou 39,9ºC durante o dia e Florianópolis, 37,3ºC. Internautas reclamam do calor no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)

Internautas reclamam do calor no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)


Segundo Caroline Vidal, metereologista do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Inpe, o aumento das temperaturas tem sido notado em todo o Brasil. “A maioria das capitais tem registrado acima de 30 graus. Curitiba, que é uma das mais frias, teve mais de 33 graus hoje. Porto Alegre registrou 37 graus ontem”, enumerou. “A região Norte é a que tem tido as menores temperaturas, por causa das chuvas.” Já em São Paulo, a temperatura registrada na segunda-feira (26) foi de 34ºC, um pouco maior do que a máxima de dezembro de 2015, de 33,5ºC. A meteorologista diz que, no geral, esse calor é esperado nesta época do ano, e que um dos fatores que fazem subir as temperaturas é a atuação de um anticiclone, que inibe a formação de nuvens de chuva e colabora para o calor.

Verão deve ser menos quente 

Para quem está cansado das altas temperaturas, uma frente fria deve trazer algum alívio entre quarta e quinta-feira desta semana. Mas, como ela é fraca e vai passar longe do continente, a diminuição do calor deve ser ligeira, de poucos graus. Na sexta-feira, a temperatura deve subir novamente, e a virada de ano promete ser quente em várias cidades. Mas isso não vale para todo o verão. A previsão para a estação como um todo é de predomínio de temporais e temperaturas mais amenas em relação aos anos anteriores. Segundo o Climatempo, a maior parte das chuvas se concentrará em janeiro e fevereiro e o verão terá o predomínio do fenômeno La Niña, que mudará o cenário em comparação com o verão anterior, quando choveu mais no Sul e fez muito calor em todo o Brasil. De acordo com o CPTEC, a previsão para os meses de janeiro, fevereiro e março de 2017 é de temperatura normal no Sul e no Sudeste e normal a acima da média no Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Clima: Estudo alerta que recursos hídricos podem se esgotar em 2050

Foto de outubro de 2016 mostra solo seco do Lago Purdy, em Birmingham, Alabama, nos Estados Unidos (Foto: AP Photo/Brynn Anderson, File)

Aumento de uso de água em agricultura, indústria e consumo ameaça recursos hídricos subterrâneos.


O uso o crescente de água doce na agricultura, na indústria e para o consumo humano pode esgotar os recursos hídricos subterrâneos em várias partes do mundo nas próximas décadas, alertaram especialistas nesta quinta-feira (15).  Entre as áreas em risco, os pesquisadores citam a Índia, Argentina, Austrália, Califórnia e o sul da Europa, em um estudo apresentado na conferência anual da União Geofísica Americana, que está sendo realizada nesta semana em San Francisco, na Califórnia. "Embora muitos aquíferos permaneçam produtivos, a água subterrânea economicamente explorável já é ou se tornará inacessível em um futuro próximo, especialmente em áreas irrigadas intensivamente nas regiões mais secas do mundo", disse o pesquisador Inge de Graaf, hidrologista da Escola de Minas do Colorado em Golden, Colorado. Segundo um novo modelo de computador, a água armazenada na região da bacia do Ganges, na Índia, e no sul da Espanha e da Itália poderia se esgotar entre 2040 e 2060. Nos Estados Unidos, os aquíferos nas partes central e sul do estado da Califórnia, atingido pela seca, poderiam escassear na década de 2030. Já os estados do Texas, Oklahoma e Novo México dependem de aquíferos que poderiam atingir seus limites entre os anos 2050 e 2070.

Seca pode afetar 1,8 bilhão de pessoas Nos próximos 34 anos, cerca de 1,8 bilhão de pessoas em todo o mundo poderiam viver em áreas onde os níveis de água subterrânea estarão totalmente ou quase esgotados devido ao bombeamento excessivo de aquíferos para consumo humano e para as culturas agrícolas, segundo o estudo. Estudos anteriores baseados em observações de satélite mostraram que vários dos principais aquíferos do mundo estavam perto de se esgotar. Mas essas avaliações não medem o nível de reservas menores, em escala regional, dizem os especialistas. A nova abordagem, baseada em modelos de computador, mediu a estrutura dos aquíferos, o volume de bombeamento e as interações entre as águas subterrâneas e as águas circundantes, como rios e lagos. De acordo com o estudo, as regiões mais secas com irrigação massiva são as mais ameaçadas. Os autores citam as Grandes Planícies americanas, a bacia do Ganges e partes da Argentina e da Austrália. Embora o novo estudo estime os limites das reservas de água subterrânea em uma escala regional, os cientistas ainda não têm dados completos sobre a estrutura geológica ou sobre a capacidade de armazenamento dos aquíferos, que permitiriam avaliar com precisão o volume de água contido em cada um destes reservatórios naturais. "Não sabemos quanta água há, quão rápido estamos esgotando os aquíferos, ou por quanto tempo poderemos usar esse recurso antes que ocorram efeitos devastadores, como a secagem de poços ou rios", disse De Graaf.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers