quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Mordomias de sindicalistas: Dirigente paga até festa com contribuição sindical

 Dirigente paga até festa com contribuição sindical
Fabio de Salles Meirelles

Quando vão tirar as mordomias dos "marajás" dos sindicatos? Quando vão abrir a "caixa preta" dos sindicatos? Federação da Agricultura de São Paulo paga festa do presidente, Fábio de Salles Meirelles. A família dele tem empregos na estrutura da entidade.

A contribuição sindical paga pelos agricultores de São Paulo tem ajudado a arcar até com custos de festa. No dia dez de julho, foi realizada no Iate Clube de Santos, na Avenida Higienópolis, a festa de bodas do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de São Paulo (Faesp), Fábio de Salles Meirelles. Documentos obtidos por VEJA mostram que a Faesp pagou 20 mil reais somente com a locação do salão do Iate Clube. A Faesp recebe contribuição sindical de mais de 200 sindicatos de agricultores e é ligada ao Senar, integrado ao Sistema ‘S’. Na festa de julho, os 350 convidados se serviram de uísque e champanhe, em uma estrutura montada por um dos buffet mais sofisticados da cidade. Procurada pela reportagem, a Faesp informou que a entidade teria feito apenas a reserva do salão e que depois Fábio Meirelles teria feito o reembolso. Não é o que mostra a cópia do contrato. Lá está claro que a Faesp é quem pagou o dinheiro. Uma fonte ligada à direção da Faesp informou a VEJA que Fábio Meirelles, assim que foi procurado pela reportagem, pediu ao jurídico para redigir contratos com datas retroativas, para ludibriar a contabilidade. Ao longo das últimas duas décadas, Fábio Meirelles empregou familiares na estrutura da Faesp e do Senar. Um dos filhos, Fábio Meirelles, é representante da Faesp junto ao Instituto Pensar Agropecuária e ganha para participar de reuniões. O outro, Tirso Meirelles, tornou-se vice-presidente da Faesp e passou a controlar o Conselho Nacional de Pecuária de Corte. A filha Telma tornou-se sócia da empresa Connect, que faz a cobrança de imposto sindical para a Faesp e usa a estrutura da entidade. A outra filha, Tânia, trabalha no gabinete da presidência da Faesp e ajuda a cuidar das festas. VEJA tentou falar com Fábio de Salles Meirelles, ao longo das últimas duas semanas, sem sucesso. Nas conversas reservadas com a diretoria, Fábio comentou que não tinha que dar satisfações à imprensa e que resolve qualquer problema pagando muito dinheiro.

Quantos SINDICATOS o Brasil tem? Recolhem R$ 3 bilhões por ano...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers