quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Redução de pena: Andrade Gutierrez fecha acordo de leniência e admite cartel em obras de Belo Monte

 admite cartel em obras de Belo Monte
Redução de pena: Andrade Gutierrez fecha acordo de leniência e admite cartel em obras de Belo Monte

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) informou nesta quarta-feira (16) que fechou um acordo de leniência com a Andrade Gutierrez no qual a empreiteira admite a existência de um cartel para a construção da Usina de Belo Monte. A empreiteira ainda apontou a participação da Odebrecht e da Camargo Corrêa no esquema. O leilão para a obra no Pará aconteceu em 2010 e as negociações entre as construtoras teriam começado em julho de 2009. "Ao longo do processo de preparação das propostas comerciais, as empresas teriam alinhado parâmetros tais como premissas da construção, divisão de riscos entre construtoras e investidores e contingenciamento dos riscos. Tal alinhamento de parâmetros visava a criar uma paridade de condições e de preços entre as empresas, o que não é esperado entre concorrentes, e buscava garantir a viabilidade de um pacto colusivo de posterior divisão da construção da UHE Belo Monte entre elas", relata comunicado do Cade. Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Odebrecht foram as empresas contratadas para a construção de Belo Monte, com previsão de término em janeiro de 2019. O acordo de leniência foi celebrado em setembro e estava sendo mantido em sigilo. O acerto prevê que empresas ou pessoas assumam a participação em um crime e se comprometam a ajudar nas investigações em troca de redução na pena.

“Trump não é cristão”, Delcídio vs Lula, Estado Quebrado e Thammy solteira #OtarioNews


  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers