sexta-feira, 22 de junho de 2018

STF remete inquérito de Nelson Pellegrino para primeira instância



O Supremo Tribunal Federal (STF) remeteu um inquérito que apura falsidade ideológica supostamente cometida pelo deputado federal Nelson Pellegrino (PT) à primeira instância do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). A investigação apura se Pellegrino recebeu caixa 2 e os omitiu na prestação de contas de sua campanha eleitoral para a prefeitura de Salvador, em 2012, perante a Justiça Eleitoral. Pellegrino teria recebido um repasse de R$ 1,5 milhão da Odebrecht em 2012, sendo R$ 1,3 milhão via caixa 2. O Ministério Público Federal (MPF) é autor do inquérito, que surgiu após delação de dois executivos da Odebrecht: André Vital Pessoa de Melo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior. O inquérito foi remetido por conta do novo entendimento do STF sobre o foro privilegiado. A Suprema Corte entende que o foro por prerrogativa de função só deve ser aplicado em crimes ocorridos durante o mandato e relacionados ao seu exercício. “Os fatos ora investigados e, em tese, imputados ao Deputado Federal Nelson Vicente Portela Pellegrino são anteriores à assunção do mandato de parlamentar federal e desvinculados das respectivas funções. Nesse contexto, tratando-se de crime que não foi praticado no exercício do mandato de parlamentar federal, e diante da inaplicabilidade da regra constitucional de prerrogativa de foro ao presente caso, remetam-se os autos ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia para que distribua a uma das Zonas Eleitorais de Salvador. por Júlia Vigné

Mãe sabia que pastor queria usar morte de filhos para promover igreja, aponta juiz

Foto: Umberto Lemos / InterTV


Mãe dos meninos Kauã e Joaquim, que foram mortos carbonizados em um incêndio em Linhares, no Espírito Santo, a pastora Juliana Sales sabia dos "supostos abusos sexuais" sofridos pelas crianças. Além disso, ela e o marido, o também pastor Georgeval Alves, pretendiam usar a morte dos meninos para ganhar notoriedade e ascensão religiosa no meio - Georgeval é padrasto de Kauã e pai de Joaquim. Essa é a versão defendida pelo juiz André Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares, que determinou a prisão de Juliana na quarta-feira (20). "O pastor George, em parceria com a pastora Juliana, buscava uma ascensão religiosa e aumento expressivo de arrecadação de valores por fiéis e, para esta finalidade, ceifou a vida dos menores Kauã e Joaquim para se utilizar da tragédia em seu favor", diz um trecho da decisão. O despacho aponta que, mesmo conhecendo os desvios de caráter do marido, Juliana o apoiava. Um exemplo disso foi uma troca de mensagens entre os dois, em que ela dizia ter "nojo" dos comportamentos do esposo e ele dizia se sentir "imundo" e um "lixo". Outra novidade divulgada com a sentença é a de que o casal teria alterado a cena do crime, entregando objetos para serem lavados por terceiros. Kauã, de 6 anos, e Joaquim, 3, foram estuprados, agredidos e queimados vivos, em 21 de abril. Uma semana depois, no dia 28 de abril, o pastor foi preso temporariamente, acusado de atrapalhar as investigações. Assim, com o avanço do inquérito, o Ministério Público conseguiu a prisão temporária de Juliana e de Georgeval, que agora ficarão detidos por tempo indeterminado, acusados de duplo homicídio, estupro de vulneráveis e fraude processual. O pastor é ainda acusado de tortura.

Mulher: Carol Portaluppi esbanja beleza na praia de 'plateia' do pai, Renato Gaúcho

Carol Portaluppi enbanja beleza na Praia do Leblon Foto: EXTRA


Carol Portaluppi esbanjou beleza, nas versões frente e verso, pelas areias da Praia do Leblon, na Zona Sul do Rio, enquanto assistia ao papai, Renato Gaúcho, numa partida de futevôlei. A bela filha do jogador, de 24 anos, estava acompanhada por amigas no primeiro dia do inverno carioca. Recentemente, Carol Portaluppi passou por uma saia-justa. Uma amiga publicou um vídeo da bela numa rede social, no qual ela, traída pelo decote, acabou mostrando demais.







Fonte: Extra/Globo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers